Folha de S.Paulo

A doutrina do lúpulo


Se você ama as cervejas lupuladas, característica do estilo india pale ale (IPA), deve ficar de olho numa pequena cervejaria de São Paulo: a Dogma.

Nascida da união de três cervejeiros de uma cooperativa, a jovem Dogma começa a se destacar entre atentos degustadores.

A cervejaria, de rótulos como a Touro Sentado, aumentou seu número de seguidores ao lançar a Rizoma, uma double IPA (ou imperial IPA) feita com dois lúpulos, adicionados apenas no final da fervura. O resultado é uma bebida refrescante e com alta dose de "drinkability", apesar de seus 8,3% de teor alcoólico.

Produzida em pequena escala entre maio e junho, a cerveja causou uma corrida às lojas especializadas e acabou rapidamente. Resultado, fizeram um segundo lote, que estará disponível a partir desta segunda-feira (18).

Após o sucesso, a cervejaria deu um passo mais ousado e está lançando, também a partir desta semana, o primeiro rótulo de sua série "single hop", isto é, feita com um "único lúpulo", a Citra Lover (Citra é o nome do lúpulo).

Como a Rizoma, a Citra Lover deve ser tomada fresca (nada de guardar durante meses na prateleira). Não são cervejas baratas, uma lata de 473 ml deve sair por R$ 35. Mas vale o investimento. Para os próximos meses, a Dogma já engatilhou mais duas "single hop", a Enigma e a Mosaic.

Ainda dá

A São Paulo Tap House (tel. 3530-6602) promove palestra e degustação com quatro rótulos americanos que não estão no mercado brasileiro, entre elas a Dogfish Head Palo Santo. É na terça (19), por R$ 85. Mais informações no blog Bar do Celso.