Folha de S.Paulo

Cervejaria Tupiniquim lança linha de que vale como sobremesa


Vamos deixar de lado nesta semana as cervejas lupuladas, preferência de nove entre dez microcervejarias, que apostam em rótulos que acentuam aroma e amargor, atribuídos ao lúpulo. Desta vez destacaremos cervejas mais maltadas, nas quais o dulçor também é valorizado.

Harmonizar cervejas com sobremesas não é algo tão incomum. A combinação mais óbvia é a de um doce à base de chocolate, como um petit gâteau ou tiramisù, com um rótulo de stout ou porter. Esse estilo tem notas de café e chocolate que são acentuadas com a guloseima.

Porém, a ótima gaúcha Tupiniquim foi além e criou uma linha que dispensa o "combo" com o doce. Tricampeã do campeonato brasileiro de cervejarias, realizado em Blumenau, a Tupiniquim adora combinar frutas e estilos em suas receitas, como a Poli Mango e a Saison de Caju. Desta vez, ela criou rótulos que valem sozinhos pela sobremesa.

A primeira experiência veio com a Monjolo Floresta Negra, inspirada no bolo de chocolate com recheio de cereja que era modinha nos anos 1990. A cerveja nasceu a partir da premiada Monjolo Imperial Porter. Foram adicionados mais cacau e framboesa. A baunilha entrou na fórmula.

Em 2017, veio a Pecan, imperial stout maturada com noz pecan. Maltes belgas acentuam o aroma da "torta de nozes".

A imperial stout também é a base para duas "cervejas de coco". A primeira é a cerveja Manjar Negro, com 12% de teor alcoólico (melhor não repetir a sobremesa) na qual o malte torrado combina com o doce do coco. A brincadeira foi repetida, ou aperfeiçoada, na cerveja Manjar dos Deuses, com aroma de coco queimado.

MONJOLO FLORESTA NEGRA
Apesar de uma boa dose de framboesa, além do cacau, foi necessário incluir favas de baunilha para chegar ao dulçor ideal.

Teor alcoólico: 10%.
Preço: R$ 29,99 (310 ml) em submarino.com.br

MANJAR DOS DEUSES
Essa potente imperial stout ficou com aroma de coco queimado e menos dulçor que sua "irmã", Manjar Negro; ótima sugestão para encerrar a refeição

Teor alcoólico: 12%.
Preço: R$ 32,99 (310 ml) na Beer4u, tel. 3031-6599.

A coluna "Cervejas" é publicada aos domingos a cada 15 dias na revista sãopaulo