Folha de S.Paulo

Quadrilha explode carro-forte e troca tiros com polícia no interior de SP


Uma quadrilha explodiu na manhã desta sexta-feira (6) um carro-forte em Piracicaba (a 160 km de São Paulo), numa ação que deixou o trânsito lento na rodovia Luiz de Queiroz por cerca de duas horas.

A ação ocorreu às 9h e resultou em dois guardas municipais feridos a tiros na perseguição ao grupo na avenida Saldanha Marinho. Outros quatro vigilantes da Protege, dona do carro-forte, foram encaminhados com ferimentos leves a um hospital.

O blindado da empresa de transporte de valores ficou completamente destruído no acostamento da rodovia. Destroços do veículo ficaram espalhados na pista e policiais rodoviários e bombeiros estão no local.

De acordo com a polícia, os assaltantes fugiram em dois veículos, que foram achados abandonados no bairro Monte Alegre. Um deles foi queimado pela quadrilha.

Não há pistas dos assaltantes e também não se sabe o montante levado pelo grupo.

Há exatamente um mês, uma quadrilha explodiu um carro-forte da mesma empresa na rodovia Carlos Tonani, próximo a Jaboticabal (a 342 km de São Paulo).

O veículo ficou totalmente destruído e os criminosos -ao menos dez- interceptaram o carro-forte na rodovia. Após troca de tiros, os vigias foram obrigados a descer e o blindado na sequência foi explodido.

A Protege informou, por meio se sua assessoria, que está prestando a assistência necessária aos seus funcionários. "A empresa esclarece ainda que está colaborando com as autoridades nas investigações em curso e tem como política não comentar sobre valores transportados", diz trecho de nota.