Folha de S.Paulo

Fuvest diz que Santa Casa vai deixar vestibular; instituição não confirma


A Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular) informou nesta quarta-feira (5) que a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa não vai mais utilizar o vestibular da fundação como forma de seleção de candidatos para o curso de medicina.

Segundo a Fuvest, a decisão da direção da Santa Casa foi repassada à fundação no fim de maio, quando a instituição teria alegado "necessidades internas da faculdade para o preenchimento de suas vagas no curso de medicina que não poderiam ser atendidas, neste momento, pela Fuvest".

A mudança passaria a valer já para o vestibular deste ano. A Santa Casa, no entanto, diz que não vai se pronunciar sobre o assunto e não confirma se a instituição deixará ou não o vestibular da Fuvest.

Criado em 1976, o vestibular da Fuvest seleciona candidatos para os cursos da USP (Universidade de São Paulo). A Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa aderiu à Fuvest em 1988.

Mesmo com a mudança, as datas de inscrição e realização do exame da Fuvest devem ser mantidos. A Fuvest não soube informar, no entanto, se haverá alguma alteração nos custos da prova -segundo a fundação, esses dados ainda não foram fechados.

Além do curso de medicina, a Santa Casa oferece cursos de graduação em enfermagem, fonoaudiologia, tecnologia em radiologia e tecnologia em sistemas biomédicos. Candidatos a esses cursos já são selecionados por um vestibular próprio da Santa Casa.

A instituição é privada e faz parte da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Em 2017, 120 candidatos foram chamados para o curso de medicina da Santa Casa através da Fuvest.