Folha de S.Paulo

Começa nesta segunda inscrição para vestibular da Fuvest; saiba o que fazer


A Fuvest vai abrir, a partir das 10h desta segunda-feira (21), o período de inscrição para o vestibular da USP (Universidade de São Paulo).

As inscrições vão de 21 de agosto até 11 de setembro e só poderão ser feitas no site da fundação. A prova vai selecionar candidatos para 8.402 vagas.

A universidade ainda disponibilizará outras 2.745 vagas pelo Sisu (Sistema de Seleção Unificada), do Ministério da Educação.

Além disso, esse é o primeiro ano em que estarão valendo as cotas sociais e raciais na USP, aprovada no mês passado pelo Conselho Universitário.

Em 2018, 37% das vagas serão destinadas a alunos de escola pública. O percentual deverá crescer nos próximos anos, chegando a 50% em 2021. Dentro dessa cota, deverão ser reservadas vagas para pretos, pardos e indígenas na mesma proporção da presença dessa população verificada pelo IBGE no Estado de São Paulo -hoje, de 37%.

Para garantir a inscrição, os interessados terão que utilizar o CPF e pagar a taxa de R$ 170 até o dia 12 de setembro.

Quem buscou isenção ou redução da taxa teve até o dia 7 de agosto para garantir o benefício.

A edição 2018 do vestibular da Fuveste será a primeira desde 1988 que a fundação não selecionará no mesmo exame os calouros para a Faculdade de Medicina da Santa Casa.

A primeira etapa do vestibular está prevista para ser realizada no dia 26 de novembro, já a segunda fase será entre os dias 7 e 9 de janeiro de 2018. Haverá ainda provas específicas para artes visuais, artes cênicas e música. A lista de aprovados na primeira chamada será divulgada no dia 2 de fevereiro.

Todas as informações sobre o exame constam no Manual do Candidato. Acesse aqui.

Em maio, a Fuvest divulgou uma alteração na lista de livros obrigatórios para o vestibular 2018. Saiu a obra "Capitães da Areia", de Jorge Amado, para a entrada de "Minha vida de menina", de Helena Morley. Os demais livros, não foram alterados. Veja lista completa abaixo:

- "Iracema"  José de Alencar;
- "Memórias póstumas de Brás Cubas"  Machado de Assis;
- "O cortiço"  Aluísio Azevedo;
- "A cidade e as serras"  Eça de Queirós;
- "Vidas secas"  Graciliano Ramos;
- "Minha vida de menina"  Helena Morley;
- "Claro enigma"  Carlos Drummond de Andrade;
- "Sagarana"  João Guimarães Rosa;
- "Mayombe"  Pepetela.

Quem pretende disputar uma das 3.340 vagas da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) terá até o dia 31 de agosto para se inscrever pelo site da Comvest (Comissão Permanente para os Vestibulares). O pagamento da taxa, de R$ 165, precisa ser efetuado até 1º de setembro.

A primeira fase do vestibular será realizada no dia 19 de novembro e a segunda fase acontecerá nos dias 14, 15 e 16 de janeiro de 2018.

Neste ano, a universidade volta a aplicar a prova na cidades de Belo Horizonte e Fortaleza, com isso, sobe para três locais de prova fora do Estado de São Paulo. Além dos dois, o vestibular já vinha sendo aplicado em Brasília.