Folha de S.Paulo

Folhainvest responde: onde posso aplicar R$ 2.000 mensais?


Pergunta enviada pelo leitor R.F.K, de São Paulo

RESPOSTA DE MICHAEL VIRIATO, PROFESSOR DO INSPER E CERTIFIED FINANCIAL PLANNER - O primeiro passo é criar um plano de investimento. Para isso, é necessário estabelecer quatro passos: definir o objetivo e as restrições, montar uma estratégia, escolher os produtos mais adequados e monitorar e reavaliar constantemente a estratégia e o cenário econômico.

A definição do objetivo e das restrições permite a exclusão de ativos que poderão deixar o investidor longe de sua meta. Se o objetivo é a aquisição de um veículo, ativos de risco ou com longo prazo de vencimento devem ser desconsiderados.

A escolha dos produtos só é feita depois de selecionada uma alocação entre as classes de ativos, como renda fixa, fundos multimercado e ações.

No início da construção do portfólio, o montante poupado ainda pequeno restringe o acesso a produtos de maior valor.

Portanto, investir por meio da plataforma de venda de títulos públicos Tesouro Direto é uma alternativa até a reserva alcançar R$ 20 mil, quando poderá ter acesso a mais produtos para diversificar.