Folha de S.Paulo

Veja 8 perguntas e respostas sobre a Operação Carne Fraca


A Operação Carne Fraca, deflagrada na sexta-feira (17) pela Polícia Federal, levou à suspensão da licença de exportação de 21 frigoríficos.

Leia abaixo perguntas e respostas sobre o assunto.

1) A operação da PF significa que toda carne no país está imprópria para o consumo?

Não. O objetivo da PF não foi investigar a qualidade da carne no país, mas um grupo de fiscais e executivos suspeitos de negociar propinas para liberar produtos fora das especificações sanitárias

2) Mas a PF achou carne imprópria?

Até agora, sabe-se que a PF fez perícia em um frigorífico, o Peccin (PR), em que constatou, entre outros problemas, o uso de carne estragada. A empresa nega irregularidades

3) Quais problemas a carne estragada pode causar?

Favorece a proliferação de bactérias e toxinas que podem causar enjoo, diarreia e dor de cabeça

4) Há indícios de outras irregularidades na produção de alimentos?

Sim, sempre baseados em análise de grampos e de depoimentos

BRF - Diretor é suspeito de oferecer suborno a fiscais para evitar suspensão de fábrica em Mineiros (GO) que teve carne barrada na Europa por conter Salmonella; a PF também conclui, a partir de gravações, que houve a colocação de papelão na produção de carnes
Outro lado - Empresa diz que o tipo de salmonella encontrado é tolerado para carnes "in natura". Sobre o papelão, diz que era destinado a embalagens

JBS - Executivo da Big Frango, marca da JBS, aparece perguntando a servidora do Ministério da Agricultura se pode prorrogar a data de validade de embalagens que "sobraram"
Outro lado - Diz não compactuar com desvios de conduta e que aguarda informações para tomar medidas

Suspeito de subornar fiscais para não sofrer fiscalização. Irregularidades, segundo a PF, inclui uso de carne estragada em salsicha e linguiças, uso de ácido ascórbico (vitamina C) e carne de cabeça de porco
Outro lado - Empresa não se pronunciou. Ministro Blairo Baggi contestou PF e disse que usar de carne de cabeça de porco é permitido

PF cita ausência de qualidade de alimentos
Outro lado - Empresa não se pronunciou

Empresa teria enviado salsicha com carne de frango, quando deveria ser peru
Outro lado - Empresa diz seguir padrão de qualidade

6) Posso desenvolver câncer ao consumir ácido ascórbico, a popular vitamina C?

7) E ácido sórbico, que também é citado pela PF?

O consumo de doses elevadas do ácido, por tempo prolongado, aumenta a probabilidade do desenvolvimento de certos cânceres

Pode causar infecções. Cozimento diminui as chances de causar problemas

4.837 unidades produtoras de carne no Brasil

32 empresas sob investigação pela PF, 21 das quais são frigoríficos

*a unidade da BRF de Mineiros (GO), de abate de frangos, e as unidades da Peccin em Jaraguá do Sul (SC) e em Curitiba (PR)