Folha de S.Paulo

Com 50 milhões de usuários, Brasil é segundo no ranking do Instagram


Nem só de gatos, pratos bem montados e selfies vive o Instagram. A rede social de fotos do grupo Facebook atingiu no último mês a marca de 2 milhões de anunciantes, dois anos e meio após a introdução dos anúncios no feed do usuário.

O Brasil tem participação importante no número. Segundo o diretor de negócios global do Instagram, Vishal Shah, que esteve no Brasil para um evento com empreendedores na rede social, o país tem a segunda maior base de usuários da rede, com 50 milhões de usuários ativos mensais (são 800 milhões no mundo todo).

Os brasileiros também são conhecidos como "early-adopters", embarcam nas novidades rápido, e já são um dos principais produtores de conteúdo para o Stories –fotos e vídeos que desaparecem depois de 24 horas–, que já tem 250 milhões de usuários diários no mundo.

Shah é um dos responsáveis pela criação do Stories. Ele conta que a estratégia com a ferramenta não era mudar o foco da rede, mas criar uma novo tipo de conteúdo.

Já são 15 milhões de perfis comerciais e 2 milhões de anunciantes no mundo. O número de usuários que chegaram até um negócio via Instagram chega a 180 milhões, e 80% dos usuários seguem um perfil comercial, segundo a empresa.

O Instagram não divulga o faturamento separado do grupo.