Folha de S.Paulo

Bombardeiros dos EUA voam perto da costa da Coreia do Norte


Bombardeiros B-1B Lancer da Força Aérea dos Estados Unidos, escoltados por jatos de combate, voaram no espaço aéreo internacional sobre as águas a leste da Coreia do Norte neste sábado (23), em uma demonstração de força, afirmou o Pentágono, que mostra a variedade de opções militares disponíveis ao presidente Donald Trump.

"Este é a posição mais ao norte da Zona Desmilitarizada (DMZ) que qualquer aeronave de combate ou bombardeiro dos EUA sobrevoou perto da costa da Coreia do Norte no século 21, ressaltando a seriedade com que tomamos o comportamento imprudente da Coreia do Norte", disse a porta-voz do Pentágono, Dana White.

O exercício vem depois de uma semana de tensões exaltadas entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte, com os líderes de ambos os países trocando insultos.

Em 3 de setembro, a Coreia do Norte fez um teste de uma bomba de hidrogênio, em um desafio às ameaças feitas pelo governo Donald Trump, acirrando a escalada de tensões envolvendo Pyongyang, Washington, Seul, Tóquio e Pequim.