Folha de S.Paulo

Alvo de liminar que o tira de cargo, Renan cancela jantar de fim de ano


Alvo de liminar do STF (Supremo Tribunal Federal) para afastá-lo da presidência do Senado, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) cancelou o jantar de confraternização que realizaria com seus colegas na noite desta terça-feira (6).

"O cerimonial da presidência comunica que foi cancelado o jantar de confraternização natalina previsto para as 20h30 do dia 6 de dezembro de 2016, na residência oficial do Senado Federal", diz curto e-mail enviado aos senadores pouco depois das 10h.

Renan seria notificado de seu afastamento às 11h desta terça, mas manobra para permanecer no comando da Casa.

Renan Calheiros chegou na companhia dos senadores Jorge Viana (PT-AC), que assume a presidência do Senado, e de Kátia Abreu (PMDB-TO).