Folha de S.Paulo

Meirelles adia para 2018 decisão sobre candidatura à Presidência


O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta sexta-feira (10) que a decisão sobre uma possível candidatura à Presidência da República vai ficar para março de 2018.

"No próximo ano vai haver o momento juridicamente e politicamente adequado para se tomar uma decisão. Todos deverão tomar a decisão se irão se candidatar a um cargo eletivo ou não, seja deputado estadual, federal, governador, senador ou Presidente da República. Neste momento todos tomarão a decisão, inclusive eu".

A declaração foi feita em entrevista coletiva em Porto Alegre, onde o ministro cumpriu agendas com empresários.

Meirelles desmentiu ter assumido que era presidenciável durante entrevista à imprensa em novembro. Ele disse que lhe perguntaram se ele tinha conhecimento de que muitas pessoas o consideravam presidenciável.

"De fato muitas pessoas têm uma expectativa. Eu não tenho nenhuma decisão a esse respeito no sentido de que estou totalmente dedicado ao Ministério da Fazenda".

O ministro voltou a reiterar a importância da aprovação da reforma da Previdência, que daria sustentabilidade ao crescimento da economia brasileira.

Segundo cálculos do Ministério da Fazenda, com a aprovação da reforma, o Brasil poderia crescer em média 3,7% ao ano nos próximos três anos. Do contrário, a média seria de 2,3%. Meirelles disse estar confiante na aprovação do texto ainda neste ano.

Meirelles esteve em Porto Alegre para dois eventos com empresários. Questionado sobre a possibilidade de vitória de um candidato populista e "antimercado" em 2018, Meirelles disse que considera este desfecho pouco provável, e que acredita que o cenário é favorável à continuidade das reformas econômicas.