• As Mais

    Sunday, 17-Dec-2017 06:14:14 BRST

    Sete medidas para segurança do apartamento no Carnaval

    DE SÃO PAULO

    13/02/2015 16h30

    SEGURANÇA

    A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) estima que 2 milhões de veículos devem deixar a capital paulista em direção ao litoral e ao interior do Estado durante o feriado de Carnaval.

    Com isso, cerca de 500 mil apartamentos deverão ficar vazios na cidade de São Paulo, segundo levantamento da imobiliária Lello.

    Um imóvel fechado por quatro dias pode se tornar alvo fácil de furtos e assaltos, além de ficar vulnerável a acidentes, como vazamentos e incêndios.

    Confira algumas dicas que ajudam quem viaja a garantir a segurança do apartamento e curtir a folia longe de casa sem dor de cabeça.

    CHAVES

    Não deixe a chave do apartamento na portaria.

    PORTAS E JANELAS

    Providencie fechaduras reforçadas nas portas sociais e verifique as trancas de janelas e portas das sacadas, sobretudo se a unidade estiver situada nos dois primeiros andares do condomínio.

    PLANTAS E ANIMAIS

    Se tiver plantas que precisam ser regadas ou animais de estimação que requerem cuidados, entregue a chave a um vizinho, parente ou amigo de confiança, mas não se esqueça de deixar uma autorização, por escrito, na portaria para que a pessoa possa entrar no prédio.

    Marcelo Ximenez/Folhapress
    O Bonsai da espécie ulmus durante rega e hidratação
    O bonsai da espécie ulmus durante rega e hidratação

    CORRESPONDÊNCIA

    Comunique o zelador para que as correspondências fiquem na portaria até seu retorno.

    LUZ E ÁGUA

    Desligue a chave geral no quadro de força e feche os registros de água e gás para evitar vazamentos.

    EMERGÊNCIAS

    Informe um vizinho de confiança para onde vai viajar e um número de telefone para ser contatado em caso de emergências, como vazamento, incêndio ou assalto.

    Eduardo Anizelli/Folhapress
    Portaria com câmeras e vidro blindado em edifício no Campo Belo, zona sul de São Paulo
    Portaria com câmeras e vidro blindado em edifício no Campo Belo, zona sul de São Paulo

    CONDOMÍNIO

    O condomínio também pode contribuir. Para a equipe de funcionários, a recomendação é reforçar o sistema de segurança, realizando a inspeção do circuito de alarmes e TV interna do condomínio, caso ele os tenha. "Nos condomínios com grandes áreas externas, como piscinas, quadras, saunas e jardins, a indicação é destacar um funcionário que faça rondas periódicas, sobretudo no período noturno. Se o condomínio tiver contrato com uma empresa de segurança patrimonial, é importante solicitar a intensificação da passagem de viaturas pela porta do condomínio", diz Angélica Arbex, gerente de relacionamento com o cliente da Lello.

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2017