• Banco de Dados

    Friday, 20-Oct-2017 16:05:07 BRST

    SP: passado e presente

    Ainda na Leopoldina, a Ceagesp recebe 50 mil pessoas por dia

    EDGAR SILVA
    DO BANCO DE DADOS FOLHA

    20/09/2017 14h16

    Jair Malavasi - 23.dez.1979/Folhapress
    SÃO PAULO, SP, BRASIL, 27-03-2012: Pavilhão de feira de verduras no Ceagesp de São Paulo. D(Foto: Lalo de Almeida/Folhapress, COTIDIANO)
    Vista do pavilhão MPL, onde acontece o varejão e a feira das flores
    Lalo de Almeida - 27.mar.2012/Folhapress
    ORG XMIT: 281501_0.tif Vista do Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo). (São Paulo (SP), 23.12.1979. Foto: Jair Malavasi/Folhapress)
    Vista do pavilhão MPL, onde acontece o varejão e a feira das flores

    Famosa por seu festival de sopas, pela feira das flores e pelo abastecimento de gêneros alimentícios, a Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo) surgiu em 1966, a partir da fusão de duas empresas mantidas pelo governo do Estado de São Paulo, o Centro Estadual de Abastecimento (Ceasa) e a Companhia de Armazéns Gerais do Estado de São Paulo (Cagesp).

    Em 1977, uma grande mudança ocorreu quando a companhia ampliou o Pavilhão MPL (Mercado Livre do Produtor). Construído em 1964 no Entreposto Terminal São Paulo (ETSP), o local recebe atualmente a feira das flores e o varejão –este aberto em 1979–, onde são comercializados hortifrutigranjeiros a preços controlados.

    De acordo com dados da Ceagesp, o ETSP é considerado um dos maiores centros de comercialização atacadista do mundo, com movimentação média de 280 mil toneladas de frutas, legumes, verduras, pescados, flores e diversos (alho, batata, cebola, coco seco e ovos) por mês.

    MUDANÇA

    Apesar de instalado na Vila Leopoldina (zona oeste de São Paulo) há décadas, um novo entreposto deve surgir em Perus (zona norte), o Nesp (Novo Entreposto de São Paulo). O surgimento de um novo endereço, contudo, não significa que a Ceagesp esteja sendo substituída.

    O empreendimento não afetará os números gigantescos a que a Ceagesp está habituada. O maior entreposto de abastecimento de alimentos da América Latina terá hotel com até 260 quartos, shopping center, ciclovia e mais uma estação de trem –em Perus, já circulam composições da linha 7-rubi da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

    No terreno de 1,6 milhão de metros quadrados, localizado nas margens da rodovia Bandeirantes, serão erguidos de seis a oito galpões. Os novos prédios vão dobrar o espaço dos boxes onde são comercializados pescados, carnes, verduras, legumes e frutas frescas, entre outros.

    Desde 1966, a companhia ostenta 2.700 empresas atacadistas e 300 varejistas e administração vinculada ao governo federal. O local recebe cerca de 50 mil pessoas e 12 mil veículos diariamente.

    CEAGESP - Av. Dr. Gastão Vidigal, 1.946, Vila Leopoldina. Tel. 2683-6302.
    Varejão de hortifrutigranjeiros, carnes e pescados aos sábados das 7h às 12h30 e domingos das 7h às 13h30, no Pavilhão Mercado Livre do Produtor. Entrada pelo Portão 3.
    Varejão noturno às quartas, das 14h às 22h, no Pavilhão PBC (Praça da Batata). Entrada pelo Portão 7.
    Feira das Flores às terças e sextas, das 0h às 9h30, no Pavilhão Mercado Livre do Produtor. Estacionamento pelos portões 4 e 7.

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2017