• Ciência

    Friday, 20-Oct-2017 16:02:28 BRST

    Jornalista da Folha recebe prêmio por matéria sobre Ciência sem Fronteiras

    DE SÃO PAULO

    06/10/2017 14h48

    Bruno Lorenzo
    Repórter Sabine Righetti recebe Prêmio Estácio de Jornalismo
    Repórter Sabine Righetti recebe Prêmio Estácio de Jornalismo

    A reportagem "Ciência sem Fronteiras põe só 3,7% dos alunos em instituições 'top', publicada nesta Folha, foi premiada, nesta quinta (5), no Prêmio Estácio de Jornalismo, na categoria jornalismo impresso nacional.

    Na matéria de junho de 2016, a repórter Sabine Righetti –que escreve para a Folha e é a responsável pelo blog Abecedário – mostrava a pequena quantidade de estudantes brasileiros que tiveram passagem, a partir do programa Ciência sem Fronteiras, por alguma das 25 melhores instituições de ensino superior do mundo, como Harvard (EUA) ou Oxford (Reino Unido).

    "Queria entender se o programa, afinal, era bom ou não. Falava com gente, falava com o governo e sempre ouvia que 'era cedo para medir os resultados'. Eu poderia me contentar com essa resposta ou poderia ir atrás de uma avaliação. Então resolvi eu mesma avaliar", diz Righetti.

    A reportagem teve repercussão. Em determinado momento, o presidente da Capes, principal agência de fomento à ciência do país, admitiu que um erro tinha sido cometido.

    Concorriam na mesma categoria as matérias "Um mestre de 176 medalhas", de Flávia Yuri Oshima, da revista "Época" –que ficou com o Grande Prêmio Estácio; e "A educação fez isto se transformar nisto", de Rodrigo Ratier e Jacqueline Hamine, da "Revista Nova Escola".

    Neste ano o prêmio teve recorde de inscritos, com 386 trabalhos.

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2017