• Colunistas

    Saturday, 21-Oct-2017 13:40:46 BRST
    Antonio Prata

    Jó ao contrário

    19/03/2017 02h00

    Adams Carvalho/Folhapress

    Havia um homem na cidade de São Paulo cujo nome era Oj; homem pobre e refém de tribulações, e que só fazia praguejar e lamuriar. Nasceram-lhe sete filhos e três filhas, e Oj labutava de sol a sol, e o dinheiro se esvaía em Pampers e Hipoglós óleo de amêndoas, e as fraldas acabavam no meio da madrugada, e Oj saía para comprar mais na Drogasil, duas e meia da manhã, de pijama, em seu Corsa 1999.

    Num dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o Senhor, veio também Satanás entre eles. E disse Satanás ao Senhor: "Vede este teu servo na fila do caixa da Drogasil? Vos lhe deste a boca para beber a água fresca dos regatos e os olhos para contemplar as flores do campo, ouvidos para despertar com o gorjeio dos pássaros e mãos para acariciar os cabelos sedosos da amada; Teu servo, porém, passa os dias a maldizer a data em que nasceu. Esta enfadada criatura é o mais perfeito retrato de Tua criação".

    Então disse o Senhor a Satanás: "Verdade não há no que dizes. Oj resmunga pois lhe faltou sorte, e a sorte que lhe dei arruinou com seu livre arbítrio, mas se a vida melhorasse um pouquinho, um sorriso ele abriria, e ergueria as mãos para os céus, e cantaria 'Gracias a La Vida', da Violeta Parra, como tantos filhos meus já vi cantarem".

    Então, vendo que Satanás duvidava, Deus fez a caixa da Drogasil estender a Oj uma raspadinha, e Oj ganhou um Land Rover 2017 e uma viagem para o Club Med Rio das Pedras. O Land Rover Oj vendeu, e pagou dívidas, e encheu sua morada de fraldas Pampers e Hipoglós óleo de amêndoas, e logo estava pobre e infeliz novamente. Na viagem Oj não parou de reclamar que na piscina só tocava sertanejo universitário, e que no Rio das Pedras havia pedras em demasia, e que o sushi no bufê "all-inclusive" era um Monte Sinai de arroz para um solideuzinho de salmão, e, regozijando-se, disse Satanás ao Senhor: "Ah, humanidade, ingratidão é teu nome!"

    Então disse o Senhor a Satanás: "A felicidade passageira é invisível aos olhos de quem muito sofreu, como a presença do Senhor é imperceptível para os corações dos incréus, mas lhe tocarei agora com felicidade duradoura, e verás se Oj não erguerá as mãos para os céus e cantará 'Freedom', do George Michael, antes da viração do dia". E, dizendo isso, num só movimento, Deus curou a rinite, a sinusite e as frieiras de Oj, e lhe deu uma segunda raspadinha com 20 milhões de reais, e lhe fez dez centímetros mais alto e dez quilos mais magro, e lhe enviou por Sedex a caixa completa com as nove temporadas do "Seinfeld", e o Senhor e Satanás sentaram-se em seus tronos de ouro e éter nas alturas dos céus, a contemplar as reações de Oj.

    Oj, porém, continuava que era só mimimi, e não sabia se investia os milhões em imóveis ou no tesouro direto, as calças estavam largas e curtas, e sem frieiras não tinha mais o que coçar assistindo "Seinfeld", e o Jerry tinha que namorar a Elaine, e o protagonista devia ser o Kramer, e quando ia Oj falar que sentia falta da rinite o Senhor Deus se impacientou, e desceu das alturas, e, aparecendo diante de Oj, o mandou catar coquinhos –literalmente. E o resto de seus dias passou Oj perambulando por São Paulo, faminto e maltrapilho, maldizendo o Senhor, pois há pouquíssimos coquinhos nesta cidade de clima temperado, ainda se fosse no Rio, ainda se fosse em Salvador, e 140 anos catando coquinhos viveu Oj, então morreu Oj, velho e farto de seus dias.

    antonio prata

    É escritor. Publicou livros de contos e crônicas, entre eles 'Meio Intelectual, Meio de Esquerda' (editora 34).
    Escreve aos domingos.

    Edição impressa

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2017