• Colunistas

    Monday, 18-Dec-2017 20:29:31 BRST
    Sandro Macedo

    Vida cigana

    27/01/2016 02h00

    Talvez você já tenha tomado uma cerveja cigana e nem saiba. Ser cigana não tem a ver com estilo, mas sim com a fabricação, sem casa fixa.

    Funciona assim: o cervejeiro pequeno, nanico mesmo, tem uma boa fórmula na cabeça, mas lhe falta alguns milhões para abrir uma fábrica. Assim, ele se hospeda em alguma já existente, diminui o investimento e consegue colocar sua marca no mercado. Tem lá sua burocracia, mas é um jeito de aparecer.

    Considerado um dos grandes cervejeiros do mundo, o dinamarquês Mikkel Bjergso é uma espécie de "rei dos ciganos". Sim, ele tem a sua Mikkeller, em Copenhague, mas várias de suas fórmulas consagradas são feitas em outras instalações mundo afora.

    Em São Paulo, os ciganos são cada vez mais comuns e organizados, como um grupo de hobbits.

    Já em janeiro de 2016, o Cartel Cigano reuniu 11 rótulos no Centro Cultural Rio Verde, na Vila Madalena. No evento, pouco mais de 500 pessoas consumiram cerca de mil litros de chope de marcas como Urbana, Júpiter, Brasiliana, Capitu e Dogma. O sucesso já fez o pessoal começar a pensar na próxima edição, que deve acontecer entre março e abril.

    E isso não é tudo. Após um mês de testes, a Choperia São Paulo está abrindo as portas em janeiro também com grande espaço para as ciganas –o dono é David Michelsohn, da Júpiter. Entre as 20 torneiras, vale menção a Dádiva Bazooka (uma double IPA) e a Brasiliana Madureira (uma saison com jabuticaba).

    Na rua dos Pinheiros, 315, a choperia também consolida, se é que precisava, Pinheiros como bairro obrigatório na rota cervejeira. Um bom lugar fixo para os ciganos.

    *

    URBANA TRIMILIQUI
    A cervejaria, conhecida por rótulos "diferentões", lançou essa belgian strong brown ale em parceria com a Blondine; tostada e intensa
    TEOR ALCOÓLICO 8,3%
    QUANTO R$ 20 (300 ml)
    ONDE Rota do Acarajé

    CURSO
    Instituto da Cerveja dá curso de análise sensorial e off-flavours (defeitos comuns na bebida).
    QUANDO a partir do dia 24 de fevereiro, às 19h
    CONTATO (11) 98225-9814

    JÚPITER APA
    Carro-chefe da cervejaria, essa american pale ale tem aroma cítrico, leve amargor, corpo leve e agrada facilmente ao paladar
    TEOR ALCOÓLICO 5,4%
    QUANTO R$ 20 (300 ml)
    ONDE Capitão Barley (11/3569-3560)

    JAMBREIRO
    A São Paulo Tap House apresenta quatro rótulos da mineira Jambreiro, incluindo o lançamento da vienna lager Red Danube
    QUANDO Neste fim de semana (30 e 31)
    ONDE São Paulo Tap House - r. Girassol, 340, Vila Madalena

    sandro macedo

    Cervejas

    sandro macedo

    Jornalista, foi editor do 'F5', da 'Folha Corrida' e repórter de bares do 'Guia Folha'. Escreve aos domingos.

    Edição impressa

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2017