• Colunistas

    Sunday, 17-Dec-2017 19:22:43 BRST
    Sandro Macedo

    Session IPA: boa alternativa para quem não gosta tanto de amargor

    06/11/2016 02h00

    Não cheguei a fazer as contas, mas provavelmente o estilo de cerveja mais mencionado por este colunista é o india pale ale. Tenho um álibi, ou uma desculpa louvável, para justificar essa primazia: as IPAs são normalmente a porta de entrada para os consumidores que estão começando uma relação com as cervejas especiais. Mesmo para quem produz aqui no Brasil, o estilo costuma ser um dos primeiros a surgir nos portfólios.

    Além disso, gosto muito de IPAs —pronto, falei. São cervejas com teor alcoólico e amargor acentuados, nas quais o lúpulo reina absoluto. As american pale ales (APAs) também têm volume de álcool e IBU (unidade de amargor) semelhantes, mas têm aroma muito mais cítrico (são os lúpulos americanos falando).

    Tudo isso para falar agora da verdadeira estrela da coluna: a polêmica session IPA, uma espécie de "IPA leve". O desafio do cervejeiro aqui é manter as características de uma tradicional india pale ale, mas com resultado que apresente menor amargor e menos álcool —nas sessions, o teor alcoólico não passa de 5%—, ou seja, pode ser bebida em um volume maior. É uma boa alternativa para quem gosta dos aromas de uma IPA, mas acha o sabor muito amargo.

    A polêmica fica por conta dos mais tradicionais, que não acreditam que uma cerveja de IBU baixo deva ter IPA no nome.

    Para o bem ou para o mal, o estilo tem tudo a ver com o clima quente do Brasil, e é representado por várias cervejarias ao redor do mundo, como a prestigiada dinamarquesa To Øl, a americana Founders e outras daqui. Veja duas abaixo.

    Divulgação
    Horny Pig
    A cerveja Horny Pig, da Blondine

    HORNY PIG
    Session IPA da paulista Blondine com apenas 35 IBUs, essa é uma cerveja aromática, cítrica, com espuma de baixa persistência e coloração dourada; combina com os dias quentes
    Teor alcoólico 4,5%, R$ 17,90 (310 ml), no Let's Beer, tel. (11) 2589-9695

    Divulgação
    Thirsty Frontier, uma session IPA da dinamarquesa To Ol
    Thirsty Frontier, da dinamarquesa To Ol

    THIRSTY FRONTIER
    De coloração acobreada, a cerveja da dinamarquesa To Øl tem 51 IBUs (perto do limite para uma session IPA), mas continua bastante refrescante e fácil de beber
    Teor alcoólico 4,5%, R$ 21 (330 ml), no site da W.Beer (wbeer.com.br )

    sandro macedo

    Cervejas

    sandro macedo

    Jornalista, foi editor do 'F5', da 'Folha Corrida' e repórter de bares do 'Guia Folha'. Escreve aos domingos.

    Edição impressa

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2017