• Colunistas

    Friday, 20-Oct-2017 14:03:35 BRST
    Sandro Macedo

    Cervejaria de SP brinca com IPAs do Pacífico e do Atlântico

    26/03/2017 02h00

    Por alguma razão desconhecida, brasileiro adora india pale ale. O estilo aromatizado, com bastante lúpulo e amargor mais acentuado, costuma ser o mais apreciado por quem está entrando no mundo das cervejas especiais por aqui. Não por acaso, 99 de cada cem cervejarias artesanais do Brasil incluem uma receita do gênero logo que abrem as portas.

    E, apesar de ter sido criada pelos ingleses, a IPA tornou-se o estilo americano por excelência. E não é só a tal da apropriação cultural. A culpa (para nossa sorte) é da fartura de lúpulos americanos, em quantidade e qualidade, matéria-prima da qual o Brasil, por exemplo, carece.

    Mas nos últimos anos uma espécie de vertente de IPA tem sido fartamente explorada nos EUA: são IPAs feitas com outras leveduras que se tornaram mais turvas, com baixo amargor e um aroma mais frutado, quase suculento. Informalmente, foram batizadas de "juicy IPA" ou "New England IPA", em contraposição ao estilo mais clássico, produzido pelos californianos da "west coast".

    Por aqui, a cervejaria paulistana Trilha resolveu lançar duas IPAs se utilizando dos mesmos lúpulos e maltes e na mesma quantidade, mas mudando técnica (e levedura) para brincar com as diferenças e semelhanças de cada estilo. Batizaram de Pacífico (inspirada na costa oeste) e Atlântico (costa leste).

    Rodrigo Musse/Reprodução
    Cervejas Atlântico e Pacífico, da Trilha
    Cervejas Atlântico e Pacífico, da Trilha

    Dedicada às IPAs, a jovem Trilha (começou suas operações em novembro do ano passado) não foi a primeira a explorar o mundo das juicy. Outras cervejarias, como Blondine e Way também já fizeram bons exemplares. A sacada do cervejeiro Beto Tempel foi disponibilizar suas versões ao mesmo tempo, o que pode ser uma brincadeira divertida para os novos apreciadores.

    Os mais puristas talvez se identifiquem com a Pacífico, mais límpida e de amargor equilibrado, apesar do uso de trigo na composição; a Atlântico, com aroma frutado, ficou realmente refrescante... e suculenta.

    Enquanto a cervejaria da capital não abre ao público sua microfábrica em Perdizes, o que deve ocorrer ainda neste semestre, é possível degustar Atlântico e Pacífico em bares como o Empório Alto dos Pinheiros (tel. 3031-4328) e o Ambar (tel. 3031-1274). As duas cervejas podem ser encontradas apenas nas torneiras, fresquinhas. Nada de garrafa.

    *

    Festival no feriado
    De 21 a 23 de abril, Atibaia (a menos de 70 km da capital) recebe a quarta edição do Expresso Bier Fest. Além de plataforma para lançamentos de cervejas nacionais e algumas experiências, o evento promove degustações e shows. Um feriado cervejeiro.

    Saiba mais: expressobierfest.com.br.

    sandro macedo

    Cervejas

    sandro macedo

    Jornalista, foi editor do 'F5', da 'Folha Corrida' e repórter de bares do 'Guia Folha'. Escreve aos domingos.

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2017