• Cotidiano

    Thursday, 22-Jun-2017 22:06:20 BRT

    Rio de Janeiro

    Clínica de aborto é fechada em Duque de Caxias; 10 pessoas são presas

    DE SÃO PAULO

    15/03/2013 12h06

    Uma clínica de aborto foi fechada ontem (14) e dez pessoas foram presas em flagrante durante uma operação policial em Xerém, no município de Duque de Caxias, no Rio.

    Entre os presos está o médico responsável pelos procedimentos. Segundo a polícia, ele tentou fugir do local com a ajuda de um policial civil, que também acabou preso. O médico foi autuado por tentativa de homicídio e foi obrigado pelos policiais a retornar à clínica para cuidar de uma paciente que passava por um aborto.

    Além deles, foram presos um taxista que fazia o transporte das pacientes, uma faxineira da clínica, que auxiliava nos abortos, e a dona do estabelecimento. Segundo a polícia, a proprietária do local participava dos abortos como uma enfermeira.

    A polícia não divulgou o valor que era cobrado para fazer o aborto. Segundo a polícia, uma paciente foi encontrada ensanguentada em cima de uma maca. Ela também foi detida junto com outras mulheres que aguardavam atendimento no local. Todas pagaram fiança e vão responder em liberdade pelo crime de aborto. Os funcionários da clínica também vão responder por formação de quadrilha.

    A polícia descobriu a clínica após receber uma denúncia anônima. Segundo a polícia, um táxi pegava as mulheres previamente agendadas e as levava para a clínica de aborto onde o procedimento era feito pelo médico com o auxílio de uma enfermeira e de uma ajudante.

    A Folha não teve acesso aos advogados dos suspeitos.

    [an error occurred while processing this directive]

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2017