• Ilustrada

    Monday, 23-Oct-2017 11:34:31 BRST

    19º Festival Videobrasil foca produção de países periféricos

    NINA RAHE
    DE SÃO PAULO

    06/10/2015 02h35

    Quando saiu, em 2014, o edital de inscrições para a mostra competitiva do 19º Festival Sesc_Videobrasil - Panoramas do Sul, que acontece até 6/12 no Sesc Pompeia, em São Paulo, havia uma restrição na convocatória: só poderiam participar artistas nascidos ou radicados nos países do "sul global".

    Ou seja, o edital aceitava trabalhos provenientes da África, da América Latina, do Oriente Médio, da Oceania, do Leste Europeu e da Ásia.

    A exclusão dos Estados Unidos e de parte dos países europeus não é novidade na competição do festival, que há 20 anos busca evidenciar o que acontece fora do centro hegemônico das artes.

    Em edições anteriores, no entanto, a restrição sobre a participação de nações hegemônicas cabia apenas à mostra competitiva. Fora dela, eram exibidos trabalhos do dinamarquês Olafur Eliasson e do britânico Peter Greenaway, por exemplo.

    Divulgação
    Frame do video Forma Livre, obra de 2013 de Clara Ianni Foto: Divulgacao ***DIREITOS RESERVADOS. NÃO PUBLICAR SEM AUTORIZAÇÃO DO DETENTOR DOS DIREITOS AUTORAIS E DE IMAGEM***
    Paulo Nazareth em performance para "L'Arbre D'Oublier"

    Já neste ano, o enfoque no "sul global" se estende à exposição principal, de nome "Artistas Convidados", que ocupa também o Sesc Pompeia a partir desta terça (6).

    "É um atitude política pois existe uma produção importante que não está mapeada", diz a curadora Solange Farkas.

    ARTISTAS CONVIDADOS

    Entre os convidados desta edição, estão nomes importantes no cenário atual, como a mineira Sonia Gomes, única integrante do Brasil na mostra principal da 56ª Bienal de Veneza, e Abdoulaye Konaté, artista do Mali que ganhou repercussão internacional após participação na Documenta de Kassel, em 2007.

    Os trabalhos delicados de Sonia, estruturas tridimensionais feitas com tecidos que revestem arames, e o conjunto de tapeçarias de Konaté, além da beleza plástica, carregam história.

    Para Sonia, que é negra, a amarração que faz em tecidos usados evoca uma ancestralidade que esbarra nas questões de identidade racial.

    Já Konaté pensou nas peças que expõe agora após viagem para Ubatuba, litoral de São Paulo, em 2014, onde conheceu índios guarani. As cores dos adornos que o grupo usava em celebrações inspiraram o artista, que diz se identificar com o medo que eles nutriam diante da possível perda de sua cultura.

    ENFOQUE POLÍTICO

    Embora o enfoque político não fosse um critério da curadoria, boa parte das obras selecionadas para a competição versa nesta direção.

    Em "A Spectacle of Privacy", o libanês Roy Dib mostra um casal nu discutindo após a transa. A mulher associa o uso de preservativos ao controle do parceiro, dizendo que ele não percebe o "quão israelense a atitude é".

    Divulgação
    Frame do video Forma Livre, obra de 2013 de Clara Ianni Foto: Divulgacao ***DIREITOS RESERVADOS. NÃO PUBLICAR SEM AUTORIZAÇÃO DO DETENTOR DOS DIREITOS AUTORAIS E DE IMAGEM***
    Frame do vídeo "Forma Livre", obra de 2013 de Clara Ianni

    Brasileiros com trabalhos que enfocam temas políticos e sociais, caso de Paulo Nazareth e Clara Ianni, foram selecionados. No vídeo em Ouidah, cidade africana que tinha um porto para o tráfico negreiro, Nazareth dá 473 voltas em torno da Árvore do Esquecimento –locais acreditavam que o ritual de girar ao redor dela apagava o passado.

    Clara mistura croquis de Brasília a áudios em que Oscar Niemeyer e Lucio Costa são questionados sobre o massacre de candangos durante a construção da capital.

    Além das mostras programadas no Sesc, haverá uma exposição no Galpão Videobrasil (av. Imperatriz Leopoldina, 1.150) com projetos comissionados – entre eles, trabalhos do colombiano Carlos Monroy– e uma paralela com obras do acervo no Paço das Artes (av. da Universidade, 1).

    19° FESTIVAL VIDEOBRASIL - PANORAMAS DO SUL
    QUANDO ter. a sáb, das 9h às 22h, dom., das 9h às 20h; até 6/12
    ONDE Sesc Pompeia, r. Clélia, 93, tel. (11) 3871-7700
    QUANTO grátis

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2017