• Ilustrada

    Sunday, 17-Dec-2017 03:57:53 BRST

    Herdeiro baiano de Bowie lança disco e faz 2 shows em SP

    IVAN FINOTTI
    DE SÃO PAULO

    20/04/2017 02h12

    Marcelo Justo/Folhapress
    O roqueiro Murilo Sá anteontem, em pausa do ensaio
    O roqueiro Murilo Sá

    Murilo Sá, 30, já é conhecido na noite paulistana como o herdeiro baiano de David Bowie. Mas pode chamá-lo de herdeiro baiano dos Kinks, do Velvet Underground, dos Stones ou dos Mutantes, ele vai curtir.

    A proximidade com Bowie (1947-2016), entretanto, está na cara: com 1,92 m e 71 kg, Sá apresenta o mesmo biótipo do roqueiro inglês em seu personagem mais esplendoroso, o magérrimo alienígena Ziggy Stardust.

    Além disso, Sá tem apresentado há um ano um show no qual canta esse disco completo de Bowie, "The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars", de 1972. Foi convidado, inclusive, a repeti-lo na Virada Cultural do ano passado. E o fará novamente na noite desta quinta (20), no Cine Joia.

    Mas o dia mais tenso desta semana para o herdeiro baiano do rock é o sábado (22), quando lança "Durango!", seu segundo CD, no Sesc Belenzinho.

    Com uma pitada de todas essas bandas citadas acima, e muitas outras, "Durango!" já está disponível para audição e/ou download grátis nas plataformas Spotify, Deezer e no site www.murilo-sa.com. O CD chega neste mês.

    "Pensei em gravar todos os instrumentos desta vez, mas quando você vive cercado de músicos tão bons, isso não é possível", diz, referindo-se à banda Grande Elenco, formada por Gabriel Guedes (guitarra), Tomas Oliveira (piano), Rob Ashtoffen (baixo) e Pedro Falcão (bateria).

    Há muita reflexão sobre a cidade no disco, preenchido com temas como caos, vida noturna, cinema, meditação, amor, psicodelia e poesia nonsense.

    "É só cimento a cidade/ Poeira e vapor/ Cheirando a diesel e solidão/ Vão destruir mais um parque pra vender mil sonhos/ Três quartos e espaço gourmet", canta em "Modo Automático".

    Há sete anos Murilo Sá chegou a São Paulo, vindo de Salvador, com sua música na mochila e vendendo seu trabalho de web designer.

    É até hoje a moeda que usa para pagar os custos de suas gravações: faz páginas da internet de estúdios em troca de horas de ensaio, por exemplo.

    "Pode parecer que o nome 'Durango!' veio dessa falta de grana, mas não é. Tem o Durango Kid, citado por Raul Seixas em 'Cowboy Fora da Lei' e ainda a música 'Romance in Durango' do Bob Dylan. Foi escrevendo 'Pele Vermelha', uma canção bem dylanesca, que veio o nome 'Durango!', com exclamação, como um grito de guerra."

    *

    BOWIE: O TRIBUTO

    ARTISTA: Murilo Sá & Grande Elenco
    QUANDO: quinta (20), às 23h59 (casa abre às 22h)
    ONDE: Cine Joia (pça. Carlos Gomes, 82, Liberdade)
    QUANTO: R$ 50
    Saiba mais.

    Classificação 18 anos

    *

    DURANGO!

    ARTISTA: Murilo Sá & Grande Elenco
    QUANDO: sábado (22), às 21h
    ONDE: Sesc Belenzinho (r. Padre Adelino, 1.000, Belenzinho)
    QUANTO: R$ 20 e R$ 6 (comerciários)

    Classificação 12 anos

    Ouça no spotify

    Edição impressa

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2017