• Mercado

    Wednesday, 22-Nov-2017 10:44:09 BRST

    Práticas sustentáveis de consumo levam a engajamento, diz estudo

    DE SÃO PAULO

    15/10/2017 02h00

    O consumo consciente pode ser uma oportunidade de cada indivíduo contribuir com o coletivo. Práticas mais sustentáveis de consumo estimulam o engajamento de pessoas que querem contribuir para um mundo melhor, mas não sabem exatamente como.

    Estas são duas das conclusões de uma pesquisa qualitativa realizada pelo Instituto Akatu, em 2015, para desvendar gatilhos e barreiras para mudanças de comportamento na direção de práticas sustentáveis na hora de consumir.

    Para isso, foram investigadas as práticas cotidianas dos consumidores na compra e também no momento de uso ou descarte de produtos ou serviços.

    A seguir, os gatilhos identificados para mudança de comportamento.

    • Abertura para mudança: Para muitos, as mudanças são percebidas como possibilidade de evolução, especialmente se forem expressas como uma exemplaridade positiva.
    • Simplicidade e sofisticação: Práticas sustentáveis podem ser simples de adotar e tornam a vida mais fácil, podendo até ser divertido.
    • Consciência dos trade-offs (perdas e ganhos) e de suas vantagens: Toda mudança envolve uma troca ou negociação, pois deixa-se de lado uma forma antiga de fazer as coisas e adota-se uma nova. Abre-se mão de alguma coisa, por um lado, e tem-se um ganho claro e perceptível, do outro, mesmo que não imediato. Quando esse balanço é claramente positivo, em termos dos impactos derivados da mudança de comportamento, e especialmente se estes forem tangíveis, haverá maior facilidade de mudança por parte dos consumidores.
    • Economia: A economia financeira é uma importante moeda de troca e, por si só, um poderoso gatilho. Além de mudar a percepção, equivocada, de que 'tudo o que é sustentável é mais caro' é preciso destacar esses ganhos, mesmo quando se concretizam no médio ou longo prazo.
    • Praticidade e conforto: Produtos e serviços associados a práticas sustentáveis serão mais atraentes se deixarem claros a praticidade e o conforto na sua utilização.
    • Mudanças graduais: Adotar apenas algumas práticas sustentáveis, mesmo que com pequenos resultados de cada uma, é melhor do que tentar fazer todas e desistir. É preciso valorizar cada passo, focar positivamente "na pequena parte do copo cheio" ao invés de focar negativamente "na grande parte do copo vazio".
    • Oportunidade de contribuir com o coletivo: Muitas pessoas querem contribuir para um mundo melhor, mas não sabem como. As práticas sustentáveis de consumo oferecem oportunidades que estimulam o engajamento individual e ajudam a percepção de que a mudança coletiva tem início na contribuição individual, de que 'cada um conta' e é importante.
    • Experiência e vivência: A vivência é mais inspiradora do que o discurso. As pessoas se motivam ao participar diretamente da criação da mudança e da vivência de seus impactos.

    Uma outra maneira de olhar para os gatilhos é representada pelos elementos da metodologia pedagógica, desenvolvida pelo Akatu, para mudança de comportamento de consumo. A metodologia engloba a mudança da percepção do consumidor em realção a sete fatores a seguir.

    • Perceber que o consumo tem impactos econômicos, sociais e ambientais e que tais impactos têm grande relevância.
    • Perceber que os impactos do consumo vão atingir a todas as pessoas
    • Perceber que mesmo o impacto do consumo um indivíduo ou pequeno grupo de indivíduos terá grande impacto ao longo de um largo período de tempo
    • Perceber que o comportamento de consumo de um indivíduo mobiliza, pela exemplaridade, o comportamento de seus amigos e familiares, causando uma multiplicação de impactos
    • Perceber que é possível a cada consumidor mobilizar outros para a prática do consumo consciente
    • Perceber que a participação em um grupo de consumidores conscientes mantém, ao longo do tempo, as mudanças no comportamento de consumo, transformando os novos comportamentos em norma social.

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2017