• Painel do Leitor

    Saturday, 16-Dec-2017 08:54:36 BRST

    'Prioridades do Congresso são claras', diz leitor sobre fundo partidário

    06/10/2017 02h00

    REFORMA POLÍTICA

    A Câmara aprovou o fundo partidário de R$ 2 bilhões. Se o povo não se manifesta, então é sinal de que concorda. Parabéns mais uma vez ao povo, que prefere ficar em casa vendo novela e futebol em vez de lutar por um país melhor. Quem cala consente.

    LUCIANO VETTORAZZO (São José do Rio Preto, SP)

    *

    Não tem problema. Vou continuar trabalhando e pagando impostos para isso. Que maravilha!

    DALTON M. CHICON (Florianópolis, SC)

    *

    Esses são nossos representantes. Bilhões para um fundo partidário e o que nos interessa —saúde, segurança e educação— está em frangalhos. As prioridades do Congresso são claras.

    REINALDO CUNHA (Passo Fundo, RS)

    -

    DENÚNCIA CONTRA TEMER

    Ilegal e imoral é o bando de chacais que golpeou a democracia, roubou R$ 570 milhões em propinas e sangra os cofres públicos para não perder o poder usurpado.

    FLÁVIA V. HARTMANN (Brasília, DF)

    *

    A denúncia contra Temer deveria ser suspensa pela Câmara. Sua aceitação só vai provocar um imbróglio político sem necessidade. Seria trocar seis por meia dúzia e causar instabilidade política. Só as eleições para darão um final democrático para a péssima chapa presidencial eleita em 2014. No campo econômico, o governo vai bem, tendo conseguido descascar o abacaxi deixado de herança. Sendo isso o mais importante, o resto vamos levando.

    REINNER CARLOS DE OLIVEIRA (Araçatuba, SP)

    -

    CORRUPÇÃO NO COB

    Nuzman é um tubarão que já deveria ter sido engaiolado desde os Jogos Panamericanos. Nuzman torrou R$ 3 bilhões até o final do Pan, envolto em suspeitas de desvios de toda a ordem. Era só o aperitivo para a farra que viria, a Olimpíada.

    JOSÉ MARIA LEAL PAES (Belém, PA)

    *

    É óbvio que o governo federal sabia perfeitamente dessa mutreta quando tudo ocorreu. A Copa do Mundo não foi diferente.

    PETER JANOS WECHSLER (São Paulo, SP)

    *

    Triste fim de carreira para Nuzman. Sempre foi rico e não tinha a menor necessidade de ingressar nesse caminho do crime para obter mais poder e prestígio. Cria de Havelange, deslumbrou-se com os holofotes e se tornou íntimo de Sérgio Cabral, governador responsável pelo sepultamento do Rio de Janeiro. O legado dos Jogos hoje são escombros imprestáveis, mas os responsáveis se escondem ou estão presos. Eles não esperavam por essa.

    VICTOR CLAUDIO (São Paulo, SP)

    -

    CANDIDATURA SEM PARTIDO

    O ministro do STF Gilmar Mendes critica as possíveis candidaturas de pessoas sem partido. Ministro, o que não pode é juiz com partido, não concorda?

    PAULO FERREIRA (São Paulo, SP)

    *

    O eleitor também tem direito de se candidatar sem precisar entrar na panelinha dos partidos. Os membros do STF deveriam ser escolhidos por escrutínio popular, com mandato de, no máximo, oito anos.

    ANTONIO F. DA COSTA NETO (Belo Horizonte, MG)

    *

    Se aprovadas as candidaturas independentes, o sistema político atual implode. Porém a "corte brasileira" lutará com unhas e dentes contra essas candidaturas. A "corte" que mantemos com nossos suados impostos.

    ROGÉRIO DE MENDONÇA LIMA (Goiânia, GO)

    -

    DISTRIBUIÇÃO DE RENDA

    O ministro Osmar Terra diz, sobre transferência de renda, que "vamos continuar dando o peixe, mas ensinando a pescar". É necessário dizer que também é preciso deixar chegar ao rio. Sem isso, não há como pescar.

    MÁRIO NOGUEIRA NETO (Ponta Grossa, PR)

    -

    POLÊMICA NA ARTE

    Sobre o texto da essencial Mônica Bergamo sobre o MAM, além do desprezível oportunismo eleitoreiro do prefeito João Doria, acho que dá para dizer que quem enxerga lascívia, pecado e, principalmente, sujeira sexual em tudo —até em um homem com o órgão sexual inerte— é que é o lascivo, o pecaminoso. Por favor, não transformem o MAM no Museu do Atraso Medieval!

    ANÍSIO FRANCO CÂMARA (São Paulo, SP)

    *

    Lamento a coluna de Marco Aurélio Canônico por criticar o prefeito Marcelo Crivella por vetar a mostra "Queermuseu" no MAR, do Rio. O prefeito está de parabéns por vetar essa exposição que tenta expor e difundir, em nome da liberdade de expressão, uma pedofilia camuflada de arte. Mas claro que a Folha e seus colunistas iriam ficar contra o prefeito, afinal ele é um "conservador nos costumes".

    GUILHERME NEVES (São Paulo, SP)

    -

    REFORMA PROTESTANTE

    Parabéns à Folha pela excelente reportagem sobre os 500 anos da Reforma Protestante. Com a bela foto da igreja do Castelo, a repórter descreve interessantes detalhes da casa-museu, uma visita obrigatória para quem passa pela pequena e graciosa Wittenberg. Nessa mesma casa, acontece a festa em comemoração ao casamento de Martinho Lutero e Catarina de Bora, recordando o 13 de junho de 1525, com flores, músicas e iguarias para uma comemoração inesquecível.

    ANTÔNIO LUIZ AMADESI GOMES (Jundiaí, SP)

    -

    PARTICIPAÇÃO

    Os leitores podem colaborar com o conteúdo da Folha enviando notícias, fotos e vídeos (de acontecimentos ou comentários) que sejam relevantes no Brasil e no mundo. Para isso, basta acessar Envie sua Notícia ou enviar mensagem para leitor@grupofolha.com.br

    Edição impressa

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2017