UOL

 
Folha.com
 
 
 

11/07/2011 - 09h28

Folha traz novos colunistas e amplia espaço de opinião

DE SÃO PAULO

A partir de hoje, a Folha promove uma série de mudanças em sua equipe de colunistas e em seu cardápio de colunas de opinião.

Marina Silva, ex-ministra do Meio Ambiente e candidata ao Planalto em 2010, volta ao jornal. Assinará a coluna "vertical", que fica à direita da página A2, às sextas-feiras. Ela escreveu no mesmo espaço durante dois anos, até o início da campanha.

"Causa muita satisfação saber que faço parte de um mosaico de opiniões relevantes, para reflexões sobre relacionamentos entre pessoas, entre pessoas-instituições, entre instituições-pessoas e entre instituições-pessoas-meio ambiente", diz Marina.

Aécio Neves, senador pelo PSDB-MG cotado para concorrer a presidente em 2014, escreverá às segundas.

"Desejo abordar as grandes questões do nosso tempo, as que nos angustiam e demandam debate, mas também as que nos animam a continuar buscando o país que queremos", diz Aécio, que estreia amanhã.

Marta Suplicy, senadora pelo PT-SP e ex-prefeita de São Paulo, escreverá no mesmo espaço, todo sábado.

"Estou adorando a ideia de voltar a ter coluna na Folha. Meus interesses se ampliaram muito nos últimos anos", afirma. Ela escreveu de 1982 a 1984, no extinto caderno Mulher; e de 1984 a 1986, na Ilustrada.

Deixam de escrever na página A2 o senador José Sarney (PMDB-AP), ex-presidente da República (1985-90), o empresário Ricardo Young, candidato ao Senado pelo PV-SP em 2010, e Cesar Maia, ex-prefeito do Rio.

Vinicius Mota, secretário de Redação que coordena a produção jornalística da Folha, passa a escrever na coluna São Paulo da pág. A2 às segundas. Ricardo Melo, coordenador da Folha.com, fará a coluna toda quinta.

Nos outros dias da semana, a coluna São Paulo será ocupada pelo titular, Fernando de Barros e Silva, ex-editor de política e integrante da equipe de editorialistas.

A editoria de Mundo trará colunas acerca de temas internacionais todos os dias da semana.

Clóvis Rossi, membro do Conselho Editorial da Folha, assinará artigos às terças, quintas e domingos. A coluna do Nobel em economia Paul Krugman no "New York Times" sairá toda segunda.

Roberto Abdenur, ex-embaixador do Brasil em Washington, escreverá quinzenalmente, às quartas. Vai se revezar com Mark Weisbrot, codiretor do Centro de Pesquisas Econômicas e Políticas, da capital dos EUA.

Moisés Naím, do Carnegie Endowment for International Peace, ex-editor-chefe da revista "Foreign Policy", escreverá às sextas.

Rubens Ricupero, ex-secretário geral da Unctad (Conferência da ONU para o Comércio e Desenvolvimento) e ministro da Fazenda no governo Itamar Franco, passa a alternar-se aos sábados com Luiz Carlos Bresser-Pereira, ex-ministro da Administração de FHC e professor da Fundação Getulio Vargas.

Cotidiano ganha coluna semanal sobre animais de estimação. Jaime Spitzcovsky, que foi correspondente da Folha em Moscou e em Pequim, começa amanhã no espaço. Vai se revezar com Sílvia Corrêa, que trabalhou por 13 anos na Folha e se especializou em veterinária.

Veja mais notícias de Poder

24/10/2012

14h41 - Justiça Eleitoral nega pedido de direito de resposta a Haddad sobre OSs

14h01 - Conselho do Ministério Público julga hoje afastamento de Demóstenes

13h52 - Haddad e Serra fazem debate organizado pelo SBT e UOL

11h35 - Análise de processos disciplinares será mais ágil no conselho do Ministério Público

11h19 - Erramos: 'Sofri o pão que o diabo amassou', diz Duda Mendonça

10h29 - Uma coisa é a política, outra é o julgamento do mensalão, afirma Temer

10h07 - TSE acolhe recursos e muda resultado das eleições em duas cidades

09h00 - Candidatos em SP destacam saúde em programa de rádio

08h49 - Erramos: Situação na OAB-SP quer que polícia investigue candidato rival

08h35 - Israelense Elbit vence contrato de US$ 25 mi com Exército brasileiro