• Tec

    Monday, 18-Dec-2017 01:21:50 BRST

    Facebook e Google colaboram para combater notícias falsas na França

    DA REUTERS

    06/02/2017 14h43

    Thinkstock
    Redes sociais facilitaram propagação de informações falsas
    Redes sociais facilitaram propagação de informações falsas

    Facebook, Google e empresas de mídia lançaram, nesta segunda-feira (6), uma iniciativa para combater a circulação de notícias falsas na França, à medida que se aproximam as eleições presidenciais do país.

    O Facebook disse que vai trabalhar com várias companhias jornalísticas, incluindo a agência France-Presse, a rede de TV BFM e os jornais "L'Express" e "Le Monde", para garantir que notícias falsas não sejam publicadas em sua plataforma.

    O Google também participará da iniciativa, chamada de "Cross Check" pelos parceiros.

    O Facebook foi alvo de críticas por não fazer o suficiente para impedir que informações falsas fossem republicadas em sua plataforma durante a campanha presidencial norte-americana e, em resposta, adotou medidas para combater o problema.

    Preocupações similares sobre a disseminação de notícias falsas ganharam força antes das eleições na França, que ocorrem em abril e maio.

    Nos Estados Unidos, o Facebook informou que os usuários futuramente conseguirão identificar com maior facilidade artigos falsos, e que vem trabalhando com organizações como o site de verificação de informações Snopes, a ABC News e a Associated Press para checar a autenticidade das histórias.

    No mês passado, a empresa também lançou iniciativa contra notícias falsas na Alemanha, onde autoridades do governo temem que a disseminação de discursos de ódio e notícias falsas possam influenciar as eleições parlamentares em setembro, nas quais a chanceler alemã, Angela Merkel, buscará seu quarto mandato.

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2017