• Tec

    Thursday, 23-Nov-2017 16:27:06 BRST

    Chinesa Tencent, dona do WeChat, compra 12% do Snapchat

    DA REUTERS

    08/11/2017 18h05

    Mike Segar - 18.mai.16/Reuters
    An image of the Snapchat logo created with Post-it notes is seen in the windows of Havas Worldwide at 200 Hudson Street in lower Manhattan, New York, U.S., May 18, 2016, where advertising agencies and other companies have started what is being called a "Post-it note war" with employees creating colorful images in their windows with Post-it notes. REUTERS/Mike Segar
    Logotipo do Snapchat em Manhattan

    A Tencent passou a ter participação de 12% na operadora do Snapchat, a Snap, no mais recente de uma série de grandes investimentos de empresas chinesas nos Estados Unidos.

    Os detalhes da participação foram revelados pela Snapchat após resultados trimestrais e vieram à tona no momento em que empresas chinesas e americanas anunciaram US$ 9 bilhões em novos negócios na chegada do presidente dos EUA, Donald Trump, a Pequim.

    O anúncio da participação da Tencent ajudou a empresa americana a se recuperar de um tombo de quase 20% na Bolsa de Nova York antes da abertura do mercado, depois de divulgar crescimento de usuários e da receita abaixo das expectativas de Wall Street.

    A estrutura societária da Snap mostra que seus cofundadores detêm cerca de 95% do capital votante, o que indica que a Tencent está apenas acumulando uma participação financeira.

    "Embora essas notícias possam ser inicialmente percebidas como positivas pelo mercado, é preciso lembrar que as participações da Tencent na Snap são as ações Classe A sem direito a voto, o que torna menos provável uma aquisição da Snap pela Tencent", disse o analista Ali Mogharabi da Morningstar.

    Junto com as também chinesas Alibaba e Baidu, a Tencent investiu bilhões de dólares em uma década de crescimento na China na compra de empresas americanas e detém 5% da fabricante de automóveis elétricos Tesla, bem como participações na empresa de serviços de viagem Lyft e na start-up de realidade aumentada Magic Leap.

    Maior empresa de mídia social e de jogos na China e dona do popular aplicativo móvel WeChat, a Tencent já tinha investido na Snap por meio de uma afiliada em 2013 e foi classificada pelo cofundador e presidente-execuitivo da Snap, Evan Spiegel, como um modelo.

    A Snap divulgou na terça-feira (7) crescimento de receita e do número de usuários no terceiro trimestre bem abaixo das expectativas de Wall Street, enquanto luta para competir com o Instagram, do Facebook.

    A empresa decepcionou os investidores em todos os trimestres desde que foi listada na Bolsa de Nova York em março.

    O número de usuários ativos diariamente ficou em 178 milhões, ante expectativa de 181,8 milhões, de acordo com a empresa de pesquisa FacSet.

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2017