• Turismo

    Thursday, 19-Oct-2017 07:10:09 BRST

    Na Itália, ilha de Ischia é paraíso de águas termais e lamas terapêuticas

    LUCIANA RIBEIRO
    DA ANSA

    06/02/2017 12h50

    Divulgação/Ischia.it
    Vista do mirante de Serrara, em Ischia, na Itália
    Vista do mirante de Serrara, em Ischia, na Itália

    Águas cristalinas, lama, um relevo montanhoso, pequenas cidades pitorescas e calor. São esses elementos que caracterizam a doce vida na ilha de Ischia, região metropolitana de Nápoles, na Itália.

    Considerada o orgulho da costa Campânia, a pequena ilha não só oferece paisagens maravilhosas como dá a oportunidade de seus visitantes experimentarem diversas águas termais e sua lama terapêutica.

    Devido à sua origem vulcânica, Ischia é um destino ideal para os amantes e simpatizantes de tratamentos de beleza naturais. A água encontrada nas nascentes e no fundo do mar é fervente, o que deixa o local repleto de vapor decorrente das rachaduras no chão, e pode ser usado como fim medicinal.

    Um dos lugares mais visitados é o Parque Termal Poseidon Gardens, que é rodeado por 20 piscinas, uma vegetação exuberante, praia privada e um spa onde há diversos tratamentos para a beleza corporal e espiritual.

    Entre outros parques famosos por fornecerem a mesma estrutura estão o Negombo Thermal, Terme di Cavascura e o Parque Castiglione. Além disso, até mesmo algumas praias são repletas de águas quentes com "poderes curativos", entre elas as praias Baia di Sorgeto, Cartaromana, Citara, Le Fumarole, Maronti e Sant'Angelo.

    No entanto, ainda há diversos lugares para serem descobertos e explorados. Em Ischia é possível visitar o Castello Aragonese, que nasce em rochas magmáticas de uma ilhota ligada à principal através de uma ponte de cerca de 200 metros. De lá, é possível ver a fortaleza datada de 474 a.C. em toda a sua grandiosidade e beleza junto à vegetação.

    Na Idade Média, este castelo foi invadido por sarracenos, povo árabe ou muçulmano, que chegaram em 40 navios e incendiaram o local. Esse grande ato de violência é lembrado em todos os anos, no dia 26 de julho, na tradicional festa de Sant'Anna, que tem início com uma procissão de barcos.

    Com sua beleza inesperada e sua enigmática geologia vulcânica, a terra que encanta todos os visitantes ainda possui montes cobertos por florestas, jardins e até vinhedos. Ela também é conhecida por receber ilustres visitantes como a chanceler alemã, Angela Merkel, além de ser um dos cenários do segundo volume da tetralogia napolitana da italiana Elena Ferrante, umas das escritoras mais bem-sucedidas e apreciadas da atualidade.

    Entre os principais pontos turísticos de Ischia ainda estão a Igreja de Soccorso, com diferentes estilos arquitetônicos; Forio, vila que abriga uma galeria de arte, um museu municipal e o farol; Ischia Ponte, centro da cidade, onde é possível encontrar igrejas e edifícios históricos; Monte Epomeo, local ideal para desfrutar a beleza do pôr do sol; e o Aqueduto Romano, construído com uma dupla fileira de arcos, a estrutura fornece água potável para a população e representa a história da engenharia e arquitetura ocidental.

    Para chegar em Ischia de avião, o aeroporto mais próximo é o internacional de Nápoles, e é preciso agendar um voo com cerca de um mês de antecedência da data da viagem. Para fazer a travessia até a ilha, há barcos que ligam as duas cidades e desembarcam geralmente em Ischia Porto.

    De acordo com site de turismo TripAdvisor, os melhores hotéis para se hospedar em Ischia são: Pagoda Hotel&Residence; San Montano Resort &SPA"; Hotel San Giorgio Terme; Hotel Parco Smeraldo Terme; Family Spa Hotel Le Canne; Hotel Tritone Wellness Center; Hotel Ulisse;"Delfini Strand Hotel Terme; Grand Hotel Punta Molino, entre outros.

    A ilha de Ischia está entre as 30 melhores da Europa, segundo seleção do site de reservas e classificação de acomodações Trivago. O preço das passagens custam entre R$ 2300 a R$ 4800.

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2017