‚Äč

Folha de S.Paulo

Executivos do Bradesco morrem apůs queda de avi„o em MG


Quatro pessoas morreram na queda de um jato Cessna Citation 7 em uma propriedade rural em Guarda-Mor (MG), perto da divisa com Goiás, na noite desta terça (10). Entre as vítimas, está Marco Antonio Rossi, 54, presidente da Bradesco Seguros e tido como um dos nomes que concorreriam à sucessão de Luiz Carlos Trabuco no comando do banco.

Tamb√©m morreu L√ļcio Fl√°vio de Oliveira, 55, que era diretor-geral da Bradesco Vida e Previd√™ncia e um dos principais executivos da seguradora. As duas outras v√≠timas eram tripulantes. N√£o houve sobreviventes.

Segundo a Aeronáutica, o avião, de prefixo PT-WQH, decolou às 18h39 de Brasília com destino a São Paulo. O jatinho, de fabricação norte-americana, desapareceu dos radares às 19h04, horário em que caiu em Guarda-Mor.

De acordo com o registro da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), o avião pertencia ao banco Bradesco e tinha situação regular, com todas as licenças em dia. A capacidade para o jatinho executivo de médio porte era de até oito passageiros.

Em comunicado oficial, o Bradesco confirmou as mortes e lamentou o acidente.

"Com profundo pesar, a Organiza√ß√£o Bradesco comunica o falecimento, em raz√£o de acidente a√©reo no in√≠cio da noite de ontem, dos nossos colegas e amigos Marco Ant√īnio Rossi, presidente da Bradesco Seguros e vice-presidente do Bradesco, L√ļcio Fl√°vio Condur√ļ de Oliveira, presidente da Bradesco Vida e Previd√™ncia, Ivan Morenilla Vallim, comandante da aeronave, e Francisco Henrique Tofoli Pinto, copiloto."

"Reconhecidos pelo talento, compet√™ncia e entusiasmo no trabalho, fraternal conviv√™ncia com suas equipes e plena dedica√ß√£o √†s suas fam√≠lias, eles cumpriram carreiras brilhantes. Os desaparecimentos prematuros interrompem tragicamente trajet√≥rias profissionais marcadas por vit√≥rias e conquistas, exemplares para todos os que com eles conviveram e que ser√£o refer√™ncia para as nossas novas gera√ß√Ķes", afirma a empresa, em nota.

Por meio do comunicado, a empresa também enviou condolências aos familiares das vítimas.

"Aos amigos, colegas, colaboradores e, de modo especial, às famílias que sofreram perdas tão duras e repentinas, a Organização Bradesco expressa, comovida, nossas sinceras condolências."

PERFIL

No Bradesco havia 34 anos, Rossi era um dos executivos mais gabaritados para suceder Trabuco no comando do banco. O diretor-presidente do Bradesco faz 65 anos em outubro de 2016, idade-limite para o cargo, e deve se aposentar no início de 2017.

Rossi substituiu o próprio Trabuco no comando da seguradora em 2009, quando ele se tornou presidente do banco. A seguradora, a maior do Brasil, é responsável por um terço do lucro do Bradesco.

Formado em tecnologia e em marketing, Rossi também presidia a CNSeg (Confederação Nacional das Seguradoras) e foi presidente da Fenaprevi (Federação da Previdência Privada).

Al√©m de diretor-geral da Bradesco Vida e Previd√™ncia, Oliveira era vice-presidente da Fenaprevi e um dos principais defensores da import√Ęncia da previd√™ncia complementar ao INSS.

L√ļcio Fl√°vio, como era conhecido, tamb√©m era cotado para suceder Rossi no comando da Bradesco Seguros.

JULIA BOARINI, M√ĒNICA BERGAMO, NATUZA NERY e TONI SCIARRETTA