• Ciência

    Thursday, 25-Apr-2024 01:49:25 -03

    Cariocas e argentinos revelam réplica do maior dinossauro brasileiro

    da Folha de S.Paulo

    25/09/2008 09h56

    Pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro e da Universidade Nacional do Comahue, na Argentina, apresentaram ontem no Rio a reconstituição do esqueleto do maior dinossauro que já habitou o país.

    Silvia Izquierdo/AP
    Uberabatitan era um titanossauro, tipo de herbívoro pescoçudo comum na América do Sul, dotado de placas ósseas no dorso
    Uberabatitan era um titanossauro, tipo de herbívoro pescoçudo comum na América do Sul, dotado de placas ósseas no dorso

    O Uberabatitan ribeiroi, de 70 milhões de anos, tinha 15 metros de comprimento e habitou a região onde hoje é o Triângulo Mineiro.

    A nova espécie foi descrita pelos paleontólogos Leonardo Salgado, da Universidade Nacional do Comahue (Argentina), e Ismar de Souza Carvalho, da URFJ, na última edição do periódico científico "Palaeontology".

    O Uberabatitan era um titanossauro, tipo de herbívoro pescoçudo comum na América do Sul, dotado de placas ósseas no dorso. A região que compreende Uberaba e parte do noroeste de São Paulo, a chamada bacia Bauru, é a maior "mina" de titanossauros do país: pelo menos cinco outras espécies já foram achadas por ali.

    O U. ribeiroi é também um dos dinossauros mais completos achados no país: ao todo, 198 ossos foram desenterrados, pertencendo a três indivíduos. A réplica exibida ontem foi montada com base na média de tamanho entre os três dinossauros. Para os cientistas, o número alto de fósseis pode refletir mortalidade em massa de animais, causada por secas periódicas na região, que era semi-árida naquela época.

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2024