• Cotidiano

    Monday, 21-Jun-2021 16:48:06 -03

    Reintegração de posse termina em confronto em Ribeirão Preto

    ANA SOUSA
    DE RIBEIRÃO PRETO

    05/07/2011 11h03

    A reintegração de posse de uma área ocupada por uma favela em Ribeirão Preto (313 km de SP), na manhã desta terça-feira, foi marcada por confronto entre moradores e policiais. Dois advogados da Comissão de Direitos Humanos da OAB de Ribeirão afirmam que foram atingidos por balas de borracha disparadas pela Polícia Militar durante a desocupação.

    A área ocupada, conhecida como favela da Família, fica na região do Jardim Aeroporto. Cerca de 700 famílias que vivem no local foram informadas na semana passada sobre a decisão judicial de reintegração de posse da área, que é particular.

    Silva Junior/Folhapress
    Moradores e Polícia Militar entram em confronto durante reintegração de posse em Ribeirão Preto (SP)
    Moradores e Polícia Militar entram em confronto durante reintegração de posse em Ribeirão Preto (SP)

    Na manhã de hoje, por volta das 6h, oficiais de Justiça acompanhados de Policiais Militares foram ao local para cumprir a decisão. Os moradores fizeram uma barricada com fogo na entrada da favela.

    Após negociações, a PM invadiu o local com apoio da cavalaria e do Batalhão de Choque, por volta das 8h45. Houve disparo de balas de borracha e uso de bombas de efeito moral.

    Os advogados Vanderley Caixe e Paulo Merli, que estavam no local para tentar intermediar uma saída pacífica para o caso, afirmam que foram atingidos por balas de borracha.

    O tenente da PM Antonio Rivoiro nega que tenha havido abusos por parte dos policiais. Ele disse que o uso de balas de borracha e de bombas de efeito moral foi necessário porque os moradores atearam fogo em barracos, o que colocou pessoas em risco.

    Rivoiro afirmou que, caso haja queixa de abusos, as denúncias serão investigadas pela PM.

    Após a ação da PM, a favela foi cercada e os barracos começaram a ser demolidos. Os moradores afirmam não ter para onde ir. O cerco policial ao local permanecia até por volta das 10h30.

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2021