• Cotidiano

    Monday, 23-Nov-2020 22:34:02 -03

    Alalaô

    SP tem 40% a mais de blocos inscritos para o Carnaval de Rua 2017

    SIDNEY GONÇALVES DO CARMO
    DE SÃO PAULO

    18/11/2016 17h17

    A Prefeitura de São Paulo registrou um aumento de 40% no número de cadastramento dos blocos e cordões carnavalescos para o Carnaval de Rua de 2017, segundo a Secretaria Municipal de Cultura.

    Ao todo, 495 blocos se inscreveram para desfilar pelas ruas da capital paulista. Em 2016, a administração municipal registrou 355, contudo, somente 306 participaram do evento, que reuniu cerca de 2 milhões de pessoas.

    Diferentemente da edição 2016, os blocos terão agora uma data-limite para desistência –até o dia 17 de janeiro– para poder desfilar durante o período de 17 de fevereiro a 5 de março de 2017.

    Segundo o secretário-adjunto da pasta, Maurício Dantas, essa medida tem como objetivo evitar o desperdício de recursos públicos. "Quando um bloco deixa de desfilar gera gastos de material como banheiros, fechamento de transito, faixas e custos de planejamento e recursos humanos."

    A secretaria informou que já realizou a checagem dos dados de cadastro dos blocos. A partir de agora, os representantes dos blocos se reunirão com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) e com a subprefeitura da região escolhida para que elaborem o planejamento de percurso de blocos.

    Após esse processo, segundo a pasta, os responsáveis dos blocos e cordões carnavalescos receberão a autorização de saída e deverão cadastrar o seu bloco e o percurso aprovado no site SPcultura e, assim, fazer parte do Guia de Blocos da Prefeitura de São Paulo.

    Em 2016, o investimento no Carnaval de Rua foi de R$ 10,5 milhões, sendo R$ 7 milhões da gestão Fernando Haddad (PT) e o restante proveniente de patrocínio.

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2020