• Esporte

    Friday, 20-Sep-2019 02:38:45 -03

    Na estreia de Mano, seleção brasileira mostra futebol ofensivo e vence os EUA

    DE SÃO PAULO

    10/08/2010 23h04

    O técnico Mano Menezes estreou com o pé direito no comando da seleção brasileira. Com uma equipe bastante renovada em relação ao time que disputou a última Copa do Mundo, o Brasil venceu os Estados Unidos por 2 a 0, nesta terça-feira, no estádio New Meadowlands, em Nova Jersey. Os gols da vitória foram marcados por Neymar e Alexandre Pato.

    Foi a primeira partida da seleção brasileira desde a eliminação para a Holanda --derrota por 2 a 1--, nas quartas de final do Mundial da África do Sul, no dia 2 de julho.

    No amistoso, Mano Menezes escalou uma equipe jovem. Dos 11 titulares que começaram a partida, apenas quatro tiveram no último Mundial: o zagueiro Thiago Silva, o lateral direito Daniel Alves, o volante Ramires e o atacante Robinho, único titular remanescente do time dirigido pelo técnico Dunga.

    O restante da equipe teve o zagueiro David Luiz, do Benfica, Paulo Henrique Ganso e Neymar, que jamais haviam jogado pela seleção principal. O goleiro Victor, o lateral André Santos, o volante Lucas (seleção olímpica) e o atacante Alexandre Pato já tinham sido convocados pelo ex-treinador.

    Além da renovação na lista de jogadores, outra diferença notada foi a postura ofensiva da equipe. Se na África do Sul, o Brasil se caracterizou por jogar com três jogadores com características de marcação e apenas um de armação, o time de Mano Menezes teve dois volantes, um meia e três atacantes.

    Se o Brasil tinha apenas quatro jogadores do último Mundial, os EUA contavam com mais de 12 atletas que disputaram a competição na África do Sul --os norte-americanos foram eliminados nas oitavas de final por Gana.

    Caio Guatelli/Folhapress
    Alexdandre Pato dribla o goleiro Howard e marca o segundo gol na vitória do Brasil sobre os EUA
    Alexdandre Pato dribla o goleiro Howard e marca o segundo gol na vitória do Brasil sobre os EUA

    Com um futebol ofensivo, a seleção brasileira dominou o primeiro tempo. No entanto, antes de se encontrar em campo, o time tomou um susto. Logo aos 2min, o Donovan passou pela marcação, invadiu a área, mas se desequilibrou e não conseguiu concluir. O jogador reclamou de um empurrão.

    Depois desse lance, o Brasil se acertou em campo e passou a dominar. Aos 8min, Alexandre Pato foi lançado, se livrou da marcação e chutou torto para fora.

    Com bastante movimentação, a seleção brasileira chegou várias vezes com perigo. No entanto, errava no último passe. Aos 28min, Robinho lançou André Santos, que cruzou para Neymar cabecear no contrapé do goleiro Howard e abrir o placar: 1 a 0.

    O time brasileiro continuou trocando passes e chegando com facilidade. Aos 32min, após um cruzamento da direita, Alexandre Pato dividiu com Howard e a bola entrou. Porém, o gol foi anulado. Cinco minutos depois, Robinho recebeu livre, mas concluiu em cima do goleiro norte-americano.

    Caio Garcia Guatelli/Folhapress
    Renovada, seleção brasileira mostrou futebol ofensivo e venceu com facilidade os EUA
    Renovada, seleção brasileira mostrou futebol ofensivo e venceu com facilidade os EUA

    Antes do término da etapa inicial, os "Meninos da Vila" criaram boa oportunidade. Após tabela com Ganso, Neymar fintou o zagueiro e concluiu da entrada da área para defesa segura de Howard. Aos 45min, Ganso tocou para Ramires, que enfiou para Pato driblar o goleiro e empurrar para a rede: 2 a 0.

    No segundo tempo, a seleção brasileira manteve o ritmo e criou várias chances de aumentar o placar. Logo na jogada, Robinho tocou para Pato, que se livrou da defesa e, livre, finalizou para fora. Aos 7min, após cruzamento da direita, Robinho fica com a sobra e manda na trave.

    Além de mostrar um futebol convincente no setor ofensivo, a seleção brasileira também não corria riscos na defesa. Aos 15min, Neymar recebeu pela esquerda, pedalou e concluiu. Brad Guzan defendeu.

    No decorrer da etapa complementar, Mano Menezes colocou Hernanes na vaga de Ramires e André no lugar de Alexandre Pato. Ederson também entrou na vaga de Neymar. Em seu primeiro lance, o jogador do Lyon saiu machucado. Carlos Eduardo foi o substituto. Diego Tardelli também participou da partida ao entrar no lugar de Robinho.

    Mesmo com as alterações, a seleção brasileira continuava superior ao adversário. Aos 32min, Ganso acertou a trave. Carlos Eduardo também perdeu um gol incrível. Na última alteração, Jucilei substituiu Ganso.

    No restante da partida, a seleção brasileira continuou trocando passes com facilidade e venceu por 2 a 0.

    Caio Garcia Guatelli/Folhapress
    Neymar comemora o primeiro gol pela seleção brasileira. Atacante foi um dos destaques do Brasil na vitória sobre os EUA
    Neymar comemora primeiro gol pela seleção brasileira. Atacante foi o grande destaque do Brasil no amistoso

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2019