• Esporte

    Saturday, 19-Oct-2019 00:08:26 -03

    Jornal identifica torcedor que atirou gás tóxico em atletas do River Plate

    DE SÃO PAULO

    18/05/2015 22h37

    Nesta segunda-feira (18), mediante acesso a novas imagens exibidas pelo canal "Fox Sports", o jornal argentino "Clarín" identificou o torcedor que supostamente atirou uma substância química nos jogadores do River Plate no clássico contra o Boca Juniors pela Copa Libertadores.

    Segundo o jornal, trata-se de Adrián Napolitano, conhecido como "el panadero" (o padeiro), barrabrava torcedor do Boca Juniors. Napolitano seria supostamente o responsável por atirar o gás no túnel em que passavam o técnico Marcelo Gallardo e seus jogadores.

    Reproducao/Twitter
    Adrián Napolitano, "el panadero", apontado como o suposto responsável pelo ataque
    Adrián Napolitano, "el panadero", apontado como o suposto responsável pelo ataque

    Junto dele estaria Federico Blanco, outro barrabrava que teria lhe ajudado a cometer o crime.

    De acordo com o jornal "La Nación", Napolitano foi identificado a partir de informações que o Boca Juniors apresentou à Justiça.

    TUMULTO E DESCLASSIFICAÇÃO

    O segundo tempo do clássico entre Boca Juniors e River Plate, pelas oitavas de final da Libertadores, não foi reiniciado no horário previsto em virtude da violência contra o time visitante na Bombonera, em Buenos Aires.

    Após um primeiro tempo sem gols, resultado que classificaria o River devido à vantagem obtida na partida de ida (1 a 0), os jogadores da equipe visitante foram atingidos por substância tóxica.

    A partida ficou interrompida por mais de uma hora até que a arbitragem determinou que ela fosse suspensa.

    Quatro jogadores do River tiveram inflamação na córnea devido ao contato com o gás.

    Na noite deste sábado (16), após reunião de seus dirigentes no Paraguai, a Conmebol divulgou uma nota oficial nas redes sociais na qual informou que o clube argentino não disputará mais a competição continental em 2015.

    Além da medida, o Boca ainda terá que disputar seus próximos quatro jogos organizados pela Conmebol de portões fechados. Em seus próximos quatro jogos fora de casa, os torcedores também não poderão comprar ingressos para partidas da equipe.

    Por fim, o Boca terá que arcar com uma multa de aproximadamente R$598 mil (US$ 200 mil).

    [an error occurred while processing this directive]

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2019