• Esporte

    Sunday, 25-Aug-2019 11:39:39 -03

    Campeões da NBA, Warriors quebram tabu e repetem Bulls de Jordan

    DE SÃO PAULO

    17/06/2015 01h00

    O Golden State Warriors derrotou o Cleveland Cavaliers na noite desta terça-feira (16), fora de casa, por 105 a 97, e conquistou o título da NBA pela quarta vez na sua história.

    Com o triunfo, os Warriors fecharam a série final contra os Cavaliers, de LeBron James, em 4 a 2, e quebraram um tabu de 40 anos –não ganhavam o caneco desde 1975.

    Além desses dois títulos, a franquia que tem sede em Oakland, na Califórnia, foi campeã em 1947 e 1956.

    Com o triunfo, o Golden State se tornou o primeiro time da liga, desde 1991, a ser campeão sem ter em seu elenco um jogador com experiência em final.

    A última equipe que conseguiu este feito foi o Chicago Bulls, que em 1991 derrotou na final o Los Angeles Lakers, por 4 a 1 na série, e levou o primeiro título da sua história.

    Os Bulls tinham em seu elenco jogadores como Michael Jordan e Scottie Pippen, que ganhariam, depois, outros cinco canecos com a franquia. O último foi em 1998.

    O jogador mais velho do atual time dos Warriors é justamente o ala/armador Leandrinho, 32, que tinha, até então, finais de conferência como os seus melhores resultados na NBA. Esta foi a 12ª temporada dele na liga, a primeira com os Warriors.

    Leandrinho é o segundo brasileiro a ganhar o título do torneio. O primeiro foi o pivô Tiago Splitter, no ano passado, com o San Antonio Spurs.

    Este campeonato foi mais do que especial, também, para o técnico do time da Califórnia, Steve Kerr, 49, que se tornou o primeiro treinador a conquistar o título em sua temporada de estreia na liga desde Pat Riley com o Los Angeles Lakers em 1982.

    Kerr foi campeão da NBA pela sexta vez na sua carreira. Ele ganhou cinco como jogador: três com os Bulls e dois com os Spurs.

    O ÚLTIMO JOGO

    O armador Stephen Curry e os alas Andre Iguodala e Draymond Green foram os grandes destaques dos Warriors na partida desta terça-feira.

    Curry e Iguodala deixaram a quadra com 25 pontos cada um. Já Green fez um triplo-duplo, com 16 pontos, 11 rebotes e dez assistências. Leandrinho jogou por 14 minutos e anotou cinco pontos.

    "Eu estou sem palavras. Poder segurar este troféu e todo o trabalho duro que fizemos nesta temporada... É muito especial. É um dos melhores times da história", disse Curry.

    Iguodala, principal responsável por parar LeBron James, ganhou o prêmio de jogador mais valioso das finais.

    LeBron, que era a grande esperança da torcida dos Cavaliers, terminou o jogo com 32 pontos, 18 rebotes e nove assistências. Esta foi a sua segunda derrota consecutiva numa final de NBA. No ano passado, com o Miami Heat, perdeu para os Spurs.

    [an error occurred while processing this directive]

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2019