• Esporte

    Tuesday, 25-Feb-2020 22:16:32 -03

    Uefa aprova o uso de tecnologia para saber se a bola entrou na Euro-2016

    DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

    22/01/2016 14h55

    Damir Sagolj/Reuters
    A video replay of France's Karim Benzema's goal using goal-line technology is pictured on a screen during their 2014 World Cup Group E soccer match against Honduras at the Beira Rio stadium in Porto Alegre June 15, 2014. REUTERS/Damir Sagolj (BRAZIL - Tags: SOCCER SPORT WORLD CUP) ORG XMIT: TIM119
    Na Copa-2014, a tecnologia foi utilizada para validar um gol da França contra Honduras

    A Uefa (federação europeia) anunciou nesta sexta-feira (23) que utilizará recursos tecnológicos para saber se a bola ultrapassou a linha do gol na Eurocopa-2016 e na próxima edição da Liga dos Campeões.

    O sistema foi adotado pela Fifa na Copa do Mundo realizada no Brasil, em 2014, e também chegou às ligas nacionais da Alemanha, Inglaterra, França e Itália.

    Após o Mundial, conforme a Folha revelou à época, a CBF decidiu não usar os aparelhos instalados para a competição para não criar situações diferentes entre os estádios com e sem a tecnologia. O custo de instalação do sistema foi estimado em R$ 638 mil, e a operação custaria R$ 10 mil por jogo.

    A adoção da tecnologia pela Uefa vinha sendo estudada há vários meses pela comissão de arbitragem da entidade, presidida pelo italiano Pierluigi Colina.

    A Eurocopa será disputada de 10 de junho a 10 de julho, na França.

    TENDÊNCIA

    Em 7 de janeiro, na Reunião Anual de Negócios do Ifab (International Football Association Board), entidade que regulamenta as leis do futebol, os diretores do órgão recomendaram fortemente que os testes com auxílio de vídeo à arbitragem sejam aprovados na Reunião Anual Geral, que acontecerá de 4 a 6 de março.

    Neste caso, o auxílio seria utilizado em vários tipos de lance, não apenas naqueles em que há dúvida se a bola ultrapassou a linha de gol.

    Lukas Brud, secretário-geral do Ifab, adiantou à Folha a possibilidade de que os juízes da Série A do Brasileiro recebam essa ajuda em breve. Ele disse que há três modelos diferentes em estudo.

    [an error occurred while processing this directive]

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2020