• Ilustrada

    Monday, 21-Jun-2021 15:24:49 -03

    Veja o que marcou a programação de TV em 2008

    da Folha Online

    28/12/2008 09h30

    Um dos destaques de 2008 começou a ser organizado ainda em 2007. Em outubro do ano passado, a menina Maísa Silva deixou a Band, onde participava do programa comandado por Raul Gil, para ganhar uma atração no SBT.

    Comandando o "Sábado Animado", exibido nas manhãs de sábado pela emissora de Silvio Santos, a menina faz sucesso entre todas as idades. O público infantil participa e interage com a apresentadora, deslanchando a audiência do programa; já os adultos se divertem com os tropeços e comentários da menina em vídeos que fazem sucesso no YouTube.

    SBT
    A menina Maisa, que comanda o "Sábado Animado", no SBT, foi uma das revelações da TV em 2008
    A menina Maisa, que comanda o "Sábado Animado", no SBT, foi uma das revelações

    A contratação de Maísa animou Silvio Santos, que decidiu criar um quadro com ela no seu próprio "Programa Silvio Santos". A dinâmica é simples: Maísa conversa com o apresentador sobre tema diversos, e não teme em citar a concorrência ou mesmo provocar o apresentador.

    O sucesso da pequena rendeu até mesmo uma campanha organizada pela turma do "Pânico na TV". A campanha "Fala Maísa" tenta convencer o apresentador a liberar uma entrevista com a apresentadora mirim.

    Custe o Que Custar

    Renato Stockler/Na Lata
    Marcelo Tas comanda a turma do "CQC", atração da Band
    Marcelo Tas comanda a turma do "CQC", atração exibida pela Band

    Em 2008, a Band decidiu investir no humor com a estréia de "CQC", atração que teve seus direitos adquiridos da produtora argentina Cuatro Cabezas e estreou em março.

    Comandado por Marcelo Tas e com equipe formada por Rafinha Bastos, Marco Luque, Rafael Cortez, Danilo Gentili, Felipe Andreoli e Oscar Filho, o programa trouxe um humor politizado para a emissora, tirando a atenção antes voltada para o "Pânico na TV", exibido pela RedeTV!.

    Durante o ano, a trupe do "CQC" conseguiu infernizar a vida dos famosos, além de cobrir os Jogos Olímpicos, as eleições norte-americanas e nacionais, o campeonato brasileiro e demais eventos que marcaram 2008.

    "Pantanal"

    Reprodução
    Marcos Winter (Joventino) e Cristiana Oliveira (Juma) em cena da novela Pantanal
    Marcos Winter (Joventino) e Cristiana Oliveira (Juma) em cena da novela Pantanal

    E não foram só novidades que tiveram destaque na programação da TV durante este ano. A reprise de "Pantanal", novela escrita por Benedito Ruy Barbosa e exibida pela Manchete em 1990, trouxe ótima audiência à grade noturna do SBT.

    A reprise da novela rendeu uma batalha judicial com a Rede Globo, que afirmou ser detentora dos direitos de transmissão, adquiridos diretamente de Benedito Ruy Barbosa. O canal de Silvio Santos comprou a obra integral em um leilão judicial da TV Manchete, realizado há cerca de cinco anos.

    Em 2008, o SBT também decidiu ir além e reativou seu núcleo de dramaturgia com a novela "Revelação", produzida em São Paulo e escrita pela mulher de Silvio Santos, Íris Abravanel. A estréia do folhetim, no início de dezembro, colocou fim a um período de nove anos marcado pela reprodução de novelas da mexicana Televisa.

    "Fantástico"

    A apresentadora Patrícia Poeta assumiu, em janeiro de 2008, o lugar ocupado por Glória Maria durante dez anos no comando do "Fantástico", atração dominical da Globo.

    No início do ano, Patrícia alavancou a audiência do programa com entrevistas exclusivas e rendeu uma série de telefonemas à Globo por conta de telespectadoras que queriam saber mais sobre os figurinos usados por ela.

    "A Favorita"

    Frederico Rozario/TV Globo
    As armações de Flora, personagem interpretada por Patrícia Pillar em "A Favorita", renderam uma reviravolta no ibope da novela
    As armações de Flora, personagem interpretada por Patrícia Pillar em "A Favorita", renderam uma reviravolta no ibope da novela

    Atual novela das 20h da Globo, "A Favorita" teve a façanha de dar a volta por cima no ibope em 2008. O capítulo inaugural da trama, exibido em 2 de junho, registrou a pior audiência da década em uma estréia no horário das 20h pela Globo. O episódio rendeu média de 34 pontos.

    A trama, que no início trazia a personagem de Claudia Raia (Donatela) como vilã, precisou de grandes revelações e mudanças no roteiro para cativar o público. Dois meses após a estréia, um dos maiores mistérios da novela --quem foi a assassina de Marcelo --foi revelado, e transformou Flora (Patrícia Pillar), até então mocinha, na grande vilã.

    Depois disso, "A Favorita" deslanchou e atingiu, recentemente, 47 pontos de audiência em dois episódios. Depois de experimentar um início fracassado, a novela passou a investir em surpresas e crueldades, com Flora distribuindo armações e maldade pela trama.

    "Os Mutantes"

    Em 2008, a Record continuou a produzir novelas com personagens que têm poderes. "Os Mutantes", que é atualmente exibida pela emissora, é uma continuação de "Caminhos do Coração", exibida entre agosto de 2007 e junho deste ano.

    Investindo em super poderes e num elenco variado -- que inclui até mesmo a ex-Miss Brasil Natália Guimarães-- a novela enfrentou altos e baixos na audiência durante o ano mas, ao que tudo indica, conseguiu conquistar um público fiel.

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2021