• Ilustrada

    Sunday, 20-Jan-2019 07:11:42 -02

    De volta à TV, Claudete Troiano comemora saída do traço no ibope

    DAYANNE MIKEVIS
    da Folha Online

    20/07/2009 13h12

    A apresentadora Claudete Troiano, que na última segunda-feira voltou à TV à frente do "Manhã Gazeta", comemorou, com a emissora, a saída do traço dado na estreia para um ponto no Ibope da Grande São Paulo.

    TV Gazeta
    A apresentadora Claudete Troiano que voltou à TV Gazeta no comando do matutino "Manhã Gazeta"
    Após deixar o SBT, a apresentadora Claudete Troiano voltou à TV Gazeta no comando do "Manhã Gazeta", ao lado de Ione Borges

    O programa, que é exibido a partir de 9h diariamente, marca a volta da apresentadora na emissora e na parceria com Ione Borges, mesmo que "separadas".

    No dia seguinte à estreia, o "Manhã Gazeta" já marcou um ponto e isto se repetiu no dia seguinte. "A audiência da estreia foi modesta, porém dentro da expectativa da emissora, já que se trata de um horário em que não havia programação editorial", informou a Gazeta sobre a audiência.

    "O ibope é coisa que eu nem pergunto, não me preocupo. E também não é preocupação da fundação [em referência à Fundação Cásper Líbero, que controla a emissora], né? Eu sabia que o horário é traço, teve um dia que deu 1.8 [de pico, não como média] e eles ficaram tão felizes", afirmou Troiano.

    "Eu acho que eles têm uma preocupação com o conteúdo e não com a audiência e isso para uma pessoa que trabalha com televisão é uma bênção. Se dava traço e deu um, mais do que dobrou, né?", disse Troiano.

    "Eu nem pergunto porque eu vivia a vida estressada com diretor que dizia: 'ai, caiu, encerra' ou 'estica que está indo bem'. E aquilo lá, você acompanhando minuto a minuto é para matar qualquer apresentador", comentou ainda Troiano.

    Ela ainda disse que a concorrência neste horário é muito forte e que o objetivo é fazer um programa feminino tradicional, sem muita influência do jornalismo.

    Para a apresentadora, o grande desafio no novo programa é acordar cedo.

    "Eu tenho acordado às 4h, o que é um pouco complicado. Eu moro no Morumbi e o ideal é chegar umas duas horas antes, então com o trânsito e tudo, é mais complicado ainda", disse Troiano.

    Troiano ainda comentou a volta da parceria com Ione Borges e disse não guardar mágoa do SBT pela suspensão do programa "Olha Você".

    "A maioria não está fazendo um programa tradicional feminino e é nesta lacuna que eu pretendo entrar", afirmou Troiano. Ela também negou que sua amizade com Borges tenha terminado em algum momento.

    "Não houve estremecimento. Eu e a Ione continuamos amigas este tempo todo. Quando eu passei para a manhã houve um desgaste natural de um relacionamento de 16 anos. A gente não tem problema nenhum, a gente nunca brigou, eu já cansei de falar isso, mas ninguém acredita", disse Troiano.

    Ela afirmou que a decisão de fazer o "Manhã Gazeta" em esquema de revezamento --o programa começa com Troiano e depois ela passa o comando para Borges-- se deu também devido à duração da atração. "Não havia a necessidade de colocar as duas no ar ao vivo por quatro horas diárias", disse.

    "Quando eu e a Ione surgimos juntas apresentando o 'Mulheres' todo mundo estranhou também. Da mesma maneira isto está ocorrendo agora, é um projeto, é um nome só, um cenário só, é um programa que gira das 9h até 13h10 e são duas apresentadoras que se sucedem", afirmou a apresentadora.

    Troiano também afirmou que, em parte por afinidade das apresentadoras, há uma concentração de quadros e assuntos a comando de uma ou de outra.

    SBT

    Também sobre um outro anunciado "desafeto", Troiano nega que tenha se desentendido com Ellen Jabour, quando ainda estava no SBT. "A gente se gostou de cara e pronto, não sei por quê publicam isto", completou a apresentadora.

    Troiano também tece elogios a Silvio Santos. "O SBT me deu todas as condições, eu nunca trabalhei em uma casa com tantas condições de trabalho", afirmou.

    Para ela, a guerra entre SBT e Record é "saudável" para o mercado, principalmente porque abre mais espaço para os setores técnicos.

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2019