• Ilustrada

    Tuesday, 25-Jun-2024 18:05:09 -03

    Compositor Tchaikovsky não era gay, diz ministro da Cultura da Rússia

    AURÉLIO ARAÚJO
    DE SÃO PAULO

    18/09/2013 19h49

    O ministro da Cultura da Rússia, Vladimir Medinsky, afirmou que o compositor Pyotr Tchaikovsky (1840-1893), seu compatriota, não era homossexual, descartando algo que há tempos é considerado um fato histórico.

    De acordo com ele, "não há evidências" para comprovar que o compositor do século 19 tenha sido qualquer outra coisa que não um "homem solitário que falhou em encontrar uma mulher para casar com ele".

    Medinsky foi questionado sobre o assunto depois que um filme sobre a vida do compositor, financiado pelo governo russo, optou por omitir sua sexualidade. Aparentemente, o roteiro foi revisado para evitar "propaganda gay", algo que foi proibido por uma recente controversa lei russa.

    Reprodução
    O compositor russo Pyotr Tchaikovsky (1840-1893)
    O compositor russo Pyotr Tchaikovsky (1840-1893)

    O roteirista Yuri Arabov também negou que o autor dos balés "O Lago dos Cisnes" e "O Quebra-Nozes" fosse gay. Em entrevista ao jornal "Izvestiya", ele afirmou que Tchaikovsky era "um homem sem família que ficou marcado e sofreu com os rumores de que amava outros homens"

    À agência de notícias Interfax, Medinsky negou que o filme tenha sofrido censura por parte do governo da Rússia.

    No entanto, os historiadores afirmam que existem dezenas de evidências que apontam para um Tchaikovsky gay.

    "No caso de Tchaikovsky, a homossexualidade dele é tão bem documentada por seus próprios escritos e pelos escritos de outros que é simplesmente ridículo sugerir outra coisa", disse Konstantin Rotikov ao jornal britânico "The Guardian". Rotikov é autor de um livro sobre a história gay de São Petersburgo. "É um fato histórico. A história não muda só porque estamos tentando forçar uma certa agenda atualmente."

    O presidente russo, Vladimir Putin, recentemente sancionou leis que proíbem a "apologia" à homossexualidade, a adoção de crianças nascidas na Rússia por casais gays no país e no resto do mundo e autorizam a prisão de turistas gays ou suspeitos de serem homossexuais ou simpatizantes.

    No entanto, até mesmo Putin admitiu em entrevista recente que Tchaikovsky pode ter sido gay.

    "Eles dizem que Tchaikovsky era homossexual. Verdade seja dita, nós não o amamos por isso, mas sim porque ele era um grande músico, e nós amamos suas composições. E daí?"

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2024