• Ilustrada

    Wednesday, 29-Jun-2022 09:39:14 -03

    Crítica: 'Durval Discos' mostra São Paulo fora do lugar-comum

    INÁCIO ARAUJO
    CRÍTICO DA FOLHA

    15/12/2013 03h30

    Se "Durval Discos" (Canal Brasil, 22h; 12 anos) é um desses raros filmes a compreender São Paulo é, justamente, porque esquece a avenida Paulista, os grandes prédios, as megaempresas ricas e outros lugares-comuns do urbano.

    Dedica-se a compreender um lugar: uma loja de discos no bairro de Pinheiros, num momento em que discos não estão com nada (superados pelos CDs). E um personagem marginal, o dono dessa loja, que se recusa a mudar de hábitos sonoros ou quaisquer outros.

    Esse Durval ilustra alguns paradoxos urbanos: há muita gente e solidão ao mesmo tempo, silêncio e ruído, transformação e permanência, destruição e apego às coisas.

    Anna Muylaert, em sua estreia, já mostrava por que seria uma das principais artistas do país.

    Divulgação
    Marisa Orth e Ary França em cena do filme "Durval Discos", de Anna Muylaert
    Marisa Orth e Ary França em cena do filme "Durval Discos", de Anna Muylaert

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2022