• Ilustrada

    Saturday, 04-Dec-2021 08:03:13 -03

    Crítica: TV exibe 'Zuzu Angel', ilustração relevante da ditadura

    INÁCIO ARAUJO
    CRÍTICO DA FOLHA

    07/05/2014 02h24

    A medida de bom senso de Sérgio Rezende em "Zuzu Angel" (FX, 18h55) foi abandonar as grandes sagas ("Canudos"), os grandes heróis econômicos ("Mauá - O Imperador e o Rei") ou políticos ("Lamarca"), para abordar a história do Brasil.

    Zuzu Angel não foi nada disso. Era uma estilista —ou modista, talvez fosse o termo da época para os costureiros de classe. Sua história ganhou relevo especial porque, com o desaparecimento de seu filho, Stuart, por obra da ditadura militar, deixou de lado suas atividades para buscar o filho por todos os meios que tivesse à disposição.

    Zuzu tornou-se, assim, e por circular em meios importantes, uma personagem incômoda ao poder. Justamente por isso, a história narrada por Rezende, sem ser genial, termina por ser uma ilustração relevante desse momento ingrato da história brasileira.

    Divulgação
    A atriz Patricia Pillar como a estilista Zuzu Angel durante o filme 'Zuzu Angel', de Sérgio Rezende
    A atriz Patricia Pillar como a estilista Zuzu Angel durante o filme 'Zuzu Angel', de Sérgio Rezende

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2021