• Ilustrada

    Sunday, 14-Jul-2024 02:24:31 -03

    Crítica: Piadas bobas e efeitos ruins afundam 'As Tartarugas Ninja'

    DOUGLAS LAMBERT
    EDITOR-ASSISTENTE DA "TV FOLHA"

    14/08/2014 02h37

    "As Tartarugas Ninja", dirigido por Jonathan Liebesman, não é um filme tão ruim como muitos imaginam.

    Deixando de lado a falta de lógica do roteiro, a incapacidade dos atores de interpretar e a direção inexistente, é até bom!

    Principalmente para aqueles que se conformam com sequências de ação minimamente compreensíveis, senso de humor infantil e uma única cena inspirada.

    Como quase todo blockbuster de hoje em dia, "Tartarugas" é uma adaptação. Não dos quadrinhos originais, mas da série animada da década de 1980.

    Divulgação
    O personagem Leonardo em cena do novo filme das Tartarugas Ninja
    O personagem Leonardo em cena do novo filme das Tartarugas Ninja

    Foi lá que Leonardo, Rafael, Michelangelo e Donatello ganharam cor e personalidade, além de aliados como a repórter April O'Neil (no filme, interpretada por Megan Fox) e sua equipe de TV.

    O que poucos sabem é que a série nasceu exclusivamente para vender bonequinhos. Em preto e branco, obscuro e quase cult, o quadrinho era extremamente difícil de comercializar.
    Para facilitar o marketing, foi criado o desenho que marcou a infância e o bolso de muita gente.

    Mas dessa fonte em que muitos já beberam —foram mais de uma dezena de adaptações nas mais diversas mídias—, o novo filme parece preocupado apenas com a verdadeira origem da franquia: vender brinquedos, já que todo o resto é péssimo.

    Os efeitos visuais lembram um jogo de videogame de baixo orçamento, repleto de movimentos labiais mal sincronizados.

    O roteiro (escrito por três pessoas!) está mais preocupado em criar piadas bobinhas do que amarrar algum tipo de história.

    Já as motivações e questões existenciais dos personagens são tão frágeis que um bom psicólogo poderia resolvê-las em menos de duas sessões.

    Nada disso, no entanto, parece importar. A bilheteria americana no final de semana de estreia já foi suficiente para garantir a continuação, marcada para o meio do ano de 2016. Pelo menos a sessão para a imprensa é gratuita, o que me livra de culpa.

    AS TARTARUGAS NINJA (TEENAGE MUTANT NINJA TURTLES)
    DIREÇÃO Jonathan Liebesman
    PRODUÇÃO EUA, 2014
    ONDE Anália Franco UCI, Eldorado Cinemark, Espaço Itaú Frei Caneca e circuito
    CLASSIFICAÇÃO 12 anos
    AVALIAÇÃO ruim

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2024