• Ilustrada

    Thursday, 30-May-2024 09:07:59 -03

    'Bastardos Inglórios' abusa da mistura entre ação e história

    INÁCIO ARAUJO
    CRÍTICO DA FOLHA

    18/10/2014 02h23

    Há coisas admiráveis, em "Bastardos Inglórios" ("Inglourious Basterds", Megapix, 1h40; 18 anos), a começar pelas composições de Christoph Waltz (o coronel da SS) e Brad Pitt (o oficial americano). O primeiro é realista e assustadoramente frio. O segundo, uma caricatura da valentia à americana.

    O filme de Tarantino, em vez de misturar os registros cômico e dramático, de ação e de história, promove entre eles uma confusão solene e abusiva. Com ele, o diretor invade o perigoso território da falsidade ficcional.

    Divulgação
    O ator Brad Pitt em cena de 'Bastardos Inglórios'
    O ator Brad Pitt em cena de 'Bastardos Inglórios'

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2024