• Ilustrada

    Monday, 20-Jan-2020 23:30:34 -03

    Oscar 2016

    Igualdade racial domina assunto de almoço entre indicados ao Oscar 2016

    RODRIGO SALEM
    COLABORAÇÃO PARA A FOLHA, DE LOS ANGELES

    08/02/2016 20h35

    O tradicional almoço dos indicados ao Oscar foi tomado pelo debate sobre a diversidade racial em Hollywood. No evento anual, realizado no hotel Beverly Hilton na segunda (8), o grande assunto foi a campanha "#OscarSoWhite" (Oscar tão branco) levantada pela ausência de negros entre os indicados.

    "Você precisa se adaptar ou desaparecer. A diversidade é necessária", disse o ator Sylvester Stallone, indicado por "Creed", longa dirigido por Ryan Coogler e protagonizado por Michael B. Jordan, ambos negros. "Quando a campanha começou, perguntei para Ryan se queria que eu não fosse à cerimônia, mas ele disse que eu deveria representar o filme e merecia esse momento. É uma pessoa generosa. Devo minha indicação a esses dois jovens."

    Tom McCarthy, diretor de "Spotlight - Segredos Revelados", lembrou que a presidente da Academia, Cheryl Boone Isaacs, está fazendo um grande trabalho em implantar mudanças e que "tem fé na comunidade cinematográfica para ser mais inclusiva e progressista". "A discussão pode mudar a forma como escrevemos o roteiro, porque precisamos estar conscientes sobre a sociedade que retratamos e que queremos atingir."

    Seu concorrente pela estatueta de melhor direção, George Miller, de "Mad Max: Estrada da Fúria", compartilha da opinião. "A escolha do elenco começa na história. Se existe um lado bom de ter acontecido isso é que está despertando a consciência de todo mundo para o problema. É interessante como a TV responde mais cedo que o cinema às mudanças", afirmou o australiano.

    Entre os atores indicados, a maioria diz que não teve a chance de encontrar os outros concorrentes para discutir o assunto. "É uma conversa que definitivamente devemos ter", respondeu a atriz Rooney Mara, que reiterou que seu "Carol", um romance lésbico premiadíssimo, foi bem menos lembrado pela Academia. "Li em um artigo no 'New York Times' que deveriam criar também o #Oscarsostraight ["#Oscartãohetero"]. É uma boa discussão."

    Próximo dali, um pequeno protesto lembrando o #OscarSoWhite passou imperceptível pelas celebridades reunidas no salão do Beverly Hilton, hotel onde também é realizada a entrega do Globo de Ouro.

    A cerimônia de entrega dos prêmios da Academia será no dia 28 de fevereiro.

    Edição impressa
    [an error occurred while processing this directive]

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2020