• Ilustrada

    Saturday, 20-Apr-2019 09:49:27 -03

    Luciano Huck e Henrique Meirelles são aceitos como conselheiros do Masp

    DE SÃO PAULO

    31/03/2016 11h47

    O apresentador de TV Luciano Huck e o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles são os novos membros do conselho deliberativo do Masp. Eles foram aceitos em uma assembleia que ocorreu na quarta (30).

    Para ser conselheiro é preciso ser indicado, mas o nome está sujeito à aprovação do conselho. Conselheiros e associados têm poder político, com direito a voto nas assembleias, podendo influenciar os rumos da instituição. A escolha de mostras futuras planejadas pelos curadores, decisões estratégicas do museu e outras questões são debatidas nas reuniões do conselho.

    Huck e Meirelles teriam desembolsado R$ 150 mil para integrar o grupo, que é a média do aporte inicial mínimo dado pelos outros membros. A exigência da doação é uma prática nova na instituição, que entrou em vigor há dois anos como parte da reforma administrativa do museu, que precisava garantir mais recursos para seu funcionamento.

    O apresentador, que coleciona obras de arte e já adquiriu trabalhos de nomes como Vik Muniz, Beatriz Milhazes e Osgêmeos, passa a fazer parte do grupo no momento em que o presidente Heitor Martins busca retomar a importância da instituição.

    Após uma crise financeira gerada por processos e má gestão, Martins assumiu o museu em 2014. O saldo negativo da instituição era de cerca de R$ 70 milhões. O presidente impôs que cada um dos 83 membros do conselho fizesse uma grande doação imediata.

    Desde que começou a presidir o Masp, o conselho passou a incluir empresários como José Roberto Marinho e Carlos Jereissati Filho.

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2019