• Ilustrada

    Friday, 03-Jul-2020 14:13:12 -03

    Sucesso nos anos 70, dicas do 'Manual do Escoteiro Mirim' voltam às livrarias

    MAURÍCIO MEIRELES
    COLUNISTA DA FOLHA

    14/05/2016 02h05

    O escoteiro tem só uma palavra. Sua honra vale mais do que a própria vida. O escoteiro também é alegre e ri das dificuldades. Limpo de corpo e alma, o escoteiro é bom para os bichos e as plantas.

    Essa é só parte das leis criadas por Baden-Powell (o fundador do escotismo, não o músico) que o bom escoteiro deve seguir –além de usar a sua roupinha com os distintivos.

    Quem quiser uma vida cheia de aventuras, na qual seja preciso fazer fogo, enfrentar feras terríveis ou curar soluços, agora tem um amparo: o "Manual do Escoteiro Mirim", amigo das crianças dos anos 1970, está de volta.

    A editora Abril relança, na quarta (25), o primeiro de uma série de manuais com personagens Disney. Foi criada pela editora italiana Mondadori, em 1969, e logo se espalhou pelo mundo. Em sebos, a obra hoje custa cerca de R$ 100. Já coleção completa pode sair por até R$ 500.

    O "Manual" sai igualzinho ao que era na época, em edição fac-similar (até a ortografia tem cheiro de naftalina). Os novos escoteiros podem fazer fogo com pedras, dar nós de marinheiro, conversar em "código marciano", usar o sistema numérico do antigo Egito.

    QUADRINHOS

    A obra se originou na ficção: era usada nas histórias em quadrinhos por Huguinho, Zezinho e Luizinho, sobrinhos do Pato Donald, sempre que estavam em apuros. A Abril lança conjuntamente uma edição com essas HQs.

    A reportagem da Folha fez algumas das tarefas do "Manua." –com graus diferentes de sucesso, diga-se– e o resultado está no site da "Ilustrada". A tinta invisível, por exemplo, feita com limão, está invisível até agora. O "cadinho de papel", para esquentar água (sem pegar fogo) derramou o líquido, mas sobreviveu à chama de uma vela (!).

    Divulgação

    "Quisemos fazer uma edição histórica, para ser desfrutada em família", diz Mariana Caetano, editora da Redação Disney na Abril.

    Faz sentido, porque há atividades que envelheceram. Que tal seus filhos bebendo um drinque com conhaque sob recomendação dos escoteiros mirins?

    Pois é uma das receitas que o "Manual" traz: pó para pudim, açúcar, leite e meio litro de conhaque. Mas escoteiro esperto, explica o livro, não bebe antes de o drinque ficar pronto para não ficar bêbado.

    Mas tudo bem se o pilequinho der soluço, o "Manual" ensina a cura: é só girar "velozmente" os braços para frente e ficar na ponta dos pés.

    "É um produto histórico, não tem como eliminar esse contexto", afirma Mariana.

    MANUAL DO ESCOTEIRO MIRIM
    EDITORA Abril
    QUANTO R$ 39,90 (256 págs.)

    Edição impressa

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2020