• Ilustrada

    Friday, 03-Dec-2021 02:01:01 -03

    DJ Grandmaster Raphael traça linha do tempo do funk em bate-papo

    ALEX KIDD
    DE SÃO PAULO

    02/06/2017 02h00

    Kristin Bethge/Divulgação
    Espetáculo "Os Clássicos do Passinho" traz dançarinos com idade entre 18 e 24 anos *** ****
    Dançarinos no espetáculo 'Os Clássicos do Passinho'

    Em bate-papo, Grandmaster Raphael traçará uma linha do tempo do estilo, dos primeiros bailes até a atualidade

    "Poxa, quando você vai tocar funk?" é a pergunta que Grandmaster Raphael ouve há 14 anos quando toca Afrika Bambaataa na festa Eu Amo Baile Funk, que passeia pelo vasto repertório do gênero no Circo Voador, Rio. "Os novatos não entendem que funk também é Earth, Wind & Fire, James Brown...", diz.

    O DJ carioca de 53 anos foi um dos pioneiros a importar e a disseminar nas favelas brasileiras o miami bass, vertente que surgiu nos EUA no fim dos anos 1980.

    Nesta sexta (2), ele irá mapear as origens do funk no Brasil no bate-papo Baile, que abrirá a primeira edição do Red Bull Music Academy Festival SP. Raphael traçará uma linha do tempo do estilo, contando histórias e curiosidades desde o surgimento dos primeiros bailes até a produção atual. À noite, o batidão toma conta do Audio Club a partir das 23h com o encontro de Egyptian Lover, mestre do electro rap de Los Angeles, com o produtor carioca Carlos do Complexo.

    CONHEÇA OS TIPOS DE FUNK

    funk

    Funk 150 Bpm
    Também conhecido com funk putaria. Aceleradíssimo, é a nova febre nos bailes cariocas.

    funk

    Funk Rasteiro
    Tem um ritmo mais lento entre 90 e 105 BPM (o padrão costuma ser 130). Flerta com o hip-hop e o reggaeton.

    funk

    Funk Proibidão
    Surgido durante a década de 1990 nas favelas do Rio de Janeiro, usa metáforas para falar do crime.

    funk

    Funk Melody
    Com letras românticas, caiu no gosto popular nos anos 1990, graças ao hit "Me Leva", do cantor Latino.

    funk

    Miami Bass
    Fonte de inspiração para o funk carioca, o estilo criado nos anos 1980 no sul da Flórida é acelerado e usa baterias eletrônicas e samples.

    Edição impressa

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2021