• Mercado

    Thursday, 18-Jul-2019 18:47:59 -03

    FGTS poderá aplicar recursos em Letras de Crédito Imobiliário

    DE BRASÍLIA

    10/05/2016 18h46

    Raquel Cunha/Folhapress
    BARUERI, SP, BRASIL - 30.10.2015 - Verticalizacao do bairro de Alphaville que antes tinha apenas condominios horizontais. (Foto: Raquel Cunha/Folhapress, SUP-IMOVEIS) ***EXCLUSIVO***
    Vista da avenida Alphaville, em Barueri

    O Conselho Curador do FGTS vai permitir que o dinheiro destinado à compra de CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários) de instituições financeiras seja utilizado também para a aquisição de LCIs (Letras de Crédito Imobiliário).

    Em fevereiro, o conselho liberou R$ 21,7 bilhões para aumentar as linhas de financiamento para a compra da casa própria. Foram R$ 11,7 bilhões para a linha Pró-Cotista e R$ 10 bilhões para os CRIs.

    Dessa última parte, cerca de R$ 4 bilhões já estão sendo emitidos pela Caixa. Aproximadamente R$ 6 bilhões ainda podem ser aplicados em novos papéis.

    Ao vender esses papéis para o FGTS, o banco conta com novos recursos para aplicar em habitação.

    A medida aprovada nesta terça-feira (10) tem como objetivo acelerar esses negócios, uma vez que a emissão de LCIs é mais rápida.

    PRÓ-COTISTA

    Na reunião desta terça, o conselho não analisou o pedido da Caixa para remanejar recursos do Pró-Cotista para financiamentos de imóveis na faixa entre R$ 225 mil e R$ 500 mil.

    O banco ainda tem dinheiro do FGTS, entre R$ 2 bilhões e R$ 3 bilhões, para aplicar em imóveis de até R$ 225 mil ou entre R$ 500 mil e R$ 750 mil.

    Na faixa intermediária, só há recursos com juros mais altos, da poupança por exemplo. No Pró-Cotista a taxa ao ano é de 8,5%.

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2019