• Mundo

    Thursday, 27-Jan-2022 01:51:16 -03

    Jovem branco que atacou igreja 'queria iniciar guerra racial', diz TV

    DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

    19/06/2015 09h18

    Dylann Storm Roof, 21, confessou nesta sexta (19) ter sido o autor do ataque a uma igreja da comunidade negra dos EUA, segundo a rede CNN.

    A TV ouviu dois policiais envolvidos no caso, que pediram anonimato. Segundo um deles, o jovem disse que "queria iniciar uma guerra racial".

    A informação foi divulgada no dia em que polícia anunciou que o jovem foi formalmente acusado pelo assassinato de nove pessoas e por porte de arma. Está previsto que ele compareça a uma audiência judicial nesta tarde.

    Na noite de quarta (17), nove pessoas foram mortas a tiros em uma histórica igreja da comunidade negra em Charleston, na Carolina do Sul (EUA).

    Em entrevista a um programa de TV da NBC nesta sexta (19), a governadora da Carolina do Sul, Nikki Haley, disse que Roof deveria ser condenado à pena de morte. "Somos um Estado ferido pela morte de nove pessoas inocentes. Queremos que ele seja condenado à pena de morte."

    Um amigo de Roof, Dalton Tyler, disse à rede de TV ABC News que o jovem era partidário da segregação racial e tinha como intenção "iniciar uma guerra civil".

    Em sua foto de perfil no Facebook, Roof aparece vestido com uma jaqueta com a bandeira sul-africana da época do apartheid e outra do antigo regime segregacionista da Rodésia (atual Zimbábue).

    O jovem branco foi preso na quinta (18) na Carolina do Norte, após uma intensa busca da polícia. Mais tarde, ele foi levado de volta ao Estado da Carolina do Sul.

    Efe
    Dylan Roof, 21, que teria confessado ser o autor de ataque a igreja da comunidade negra nos EUA
    Dylan Roof, 21, que teria confessado ser o autor de ataque a igreja da comunidade negra nos EUA

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2022