• Mundo

    Wednesday, 03-Mar-2021 01:44:33 -03

    Mulheres protestam contra violência sexual em Colônia, Alemanha

    DA EURONEWS
    DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

    09/01/2016 17h28

    Centenas de mulheres se manifestaram, neste sábado, em frente à catedral de Colônia (Alemanha) contra a violência sexual.

    "Queremos deixar claro que não vamos parar de andar livremente aqui em Colônia, de protestar contra os abusos dos quais as mulheres têm sido vítimas. Queremos que o sexismo e a violência sexual sejam questões debatidas na sociedade", disse Ina Wolf, moradora de Colônia.

    tuite SputnikInt

    "Estou aqui para defender uma sociedade pacífica, onde todas as pessoas, homens e mulheres, possam se movimentar com segurança e alegria. Não foi isso que aconteceu na véspera de Ano Novo, por isso temos de tomar uma posição", afirmou outra moradora, Ania Stiel.

    O protesto ocorre dias após denúncias de que solicitantes de asilo participaram de ataques contra mulheres durante as comemorações de Ano-Novo, em frente à estação ferroviária central da cidade.

    Neste sábado (9), a chanceler alemã, Angela Merkel,defendeu a expulsão de refugiados que forem condenados na Alemanha. Segundo ela, mesmo estrangeiros que tenham recebido uma suspensão condicional da pena deveriam deixar o país.

    "Se um refugiado não cumpre as normas, devem existir consequências. Isto significa que devem perder o direito de residência, independente se tem uma suspensão da pena ou uma condenação à prisão", disse Merkel,

    PROTESTO

    Mais tarde, centenas de simpatizantes do movimento "Patriotas Europeus contra a Islamização do Ocidente" (Pegida), que promove a islamofobia, também foram às ruas de Colônia. Segundo a polícia, 1.700 manifestantes do Pegida e 1.300 anti-Pegida realizaram manifestações simultâneas na cidade. Quatro pessoas foram detidas.

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2021