• Poder

    Friday, 18-Oct-2019 23:56:16 -03

    Dilma diz que vai incentivar modelo de UPPs pelo país

    DE SÃO PAULO

    10/04/2012 11h10

    A presidente Dilma Rousseff afirmou na coluna semanal "Conversa com a Presidenta", publicada em diversos jornais nesta terça-feira (10), que o governo quer incentivar por todo o país as boas práticas na segurança pública, "como é o caso das UPP (Unidades de Polícia Pacificadora)", disse.

    Em resposta a uma pergunta sobre o abandono das UPPs pelo governo, Dilma explicou que este "é um programa do Rio de Janeiro, apoiado pelo governo federal, que tem tido muito sucesso".

    No mês passado, a Folha publicou que o governo engavetou o projeto (a íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha) que previa a instalação 2.883 UPPs pelo Brasil. Segundo o Ministério da Justiça, técnicos avaliaram a principal promessa de campanha da presidente Dilma Rousseff como "superdimensionada".

    Segundo Dilma, o governo federal nunca abandonou o conceito das UPPs, que é a retomada de territórios dominados pela criminalidade com forte presença do Estado. "Mas a UPP tem características que são específicas para a realidade da violência do Rio de Janeiro, que não é a mesma de outras cidades brasileiras."

    A presidente explicou ainda que o objetivo do governo federal é incentivar o policiamento de proximidade, ou policiamento comunitário, que faz parte do projeto das UPPs.

    "Seguindo essa política, o Ministério da Justiça tem readequado o projeto de postos fixos de policiamento comunitário. Inicialmente, os 2.883 postos seriam fixos, espalhados por todo Brasil, mas há situações em que a utilização de bases móveis com monitoramento feito por câmeras é mais eficiente."

    As bases móveis, explica, são estrategicamente melhores para o enfrentamento ao crack. No programa "Crack, é Possível Vencer", lançado pelo governo federal, já é utilizado o policiamento de proximidade, que pode ser feito tanto com bases móveis como com postos fixos.

    Implantado em 2008 no Rio de Janeiro, com recursos estaduais, o modelo das UPPs é um sistema de policiamento comunitário adaptado para áreas de risco. O eixo é a construção de bases de segurança que funcionam 24 horas por dia.

    Editoria de Arte/Folhapress

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2019